Rodada de cinema no começo do Catarinense 2018. Confira os filmes em cartaz - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Estadual19/01/2018 | 08h07Atualizada em 19/01/2018 | 08h07

Rodada de cinema no começo do Catarinense 2018. Confira os filmes em cartaz

Veja o elenco que fez bonito na primeira rodada do campeonato em Santa Catarina

João Lucas Cardoso
João Lucas Cardoso

joao.lucas@somosnsc.com.br

Começou o espetáculo. O Campeonato Catarinense 2018 tem seus primeiros heróis, personagens que assumiram o papel principal ao anotarem os nove gols nas cinco partidas disputadas até agora. Mas há também os que dividiram o protagonismo para fazer com que a equipe chegasse ao final feliz no último apito do árbitro. Drama, suspense e ação passaram pelo coração do público.  

 FLORIANÓPOLIS,SC BRASIL, 17/01/2018.FUTEBOL:Figueirense X Criciúma se enfrentam pela primeira rodada do Campeonato Catarinense 2018. na foto Maikon Leite comemora o gol.
Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense

Maikon Leite, do Figueirense
Filme: Sniper Americano

O Figueirense enfrentou o Criciúma e um paredão sob o travessão. O goleiro Luiz teve uma atuação brilhante no jogo no Orlando Scarpelli, repleta de defesas difíceis e de diferentes formas. Porém, o nome da partida foi Maikon Leite porque foi quem conseguiu vazar o camisa 1 do Tigre. Na chance clara, em arrancada pelo lado direito e no começo do segundo tempo, não desperdiçou a brecha e, com precisão de atirador de elite, colocou a bola no fundo da rede para decretar a vitória do alvinegro.

Hercílio Luz , Tubarão
Hercílio Luz comemora um dos dois gols de Lima, o BraddockFoto: Hercílio Luz FC / Divulgação

Lima, do Hercílio Luz
Filme: Braddock

Experiência notória e faro apuradíssimo. Goleador em outras edições de Campeonato Catarinense, Lima reaparece e mostra as tradicionais credenciais. Não perde a forma e mostrou contra o Tubarão que ainda vai levar perigo e causar estragos nas equipes que cruzarem seu caminho. O Hercílio Luz saiu atrás no placar e chegou à virada pelos pés do centroavante. Ele demonstrou frieza na cobrança de pênalti e oportunismo para marcar seu segundo gol no Anibal Costa.

 CONCÓRDIA, SC, BRASIL 17/01/2018. Campeonato Catarinense 2018. Concórdia x Chapecoense se enfrentam no estádio Domingos Machado de Lima pela primeira rodada.
Amaral ganha da defesa e marca o gol, em O Cavaleiro SolitárioFoto: Sirli Freitas / Chapecoense

Amaral, da Chape
Filme: O Cavaleiro Solitário

Um único gol, do único homem que conseguiu vencer o duelo entre os defensores do Concórdia e decretar a vitória por 1 a 0 da Chapecoense. Amaral foi o autor da façanha que remete ao justiceiro do faroeste americano. Porém, o personagem consegue superar as dificuldades graça ao apoio do fiel escudeiro, o índio Tonto. Justamente a mascote e o espírito guerreiro que envolve a Chape. A entrega foi marca da partida e, com pouco futebol, primordial para que o Verdão fosse o único visitante a vencer na rodada.

Inter de Lages
Leão Baio celebra gol de Gregory sobre o Avaí, em Uma Mente BrilhanteFoto: Fom Conradi / Inter de Lages

Gregory, do Inter de Lages
Filme: Uma Mente Brilhante

Bola alçada na área do Avaí, aos 41 minutos do primeiro tempo. Entre os marcadores, o zagueiro Gregory encontra espaço para subir mais alto que todo mundo. Usou a cabeça para achar o lugar certo e também para golpear a bola que foi certeira, como escrito no manual. Testada inteligente, direcionada ao gol e ao chão para bater o goleiro Kozlinski e fazer com que o Inter de Lages conquistasse o resultado positivo. E ainda ajudou o Leão Baio a ser superior para garantir a vitória por 1 a 0 no Tio Vida.

JEC
Grupo do Joinville faz a diferença, em Onze Homens e Um SegredoFoto: Beto Lima / JEC

JEC diante do Brusque
Filme: Onze Homens e Um Segredo

Todas as figuras são importantes para fazer com que o resultado planejado seja alcançado. Tal qual o grupo liderado por Danny Ocean, cada peça tem importância para envolver o adversário e alcançar o objetivo. O Joinville trocou passes, chegou aos gols com jogadas bem trabalhadas e o placar de 2 a 1 confirmou quem foi melhor na Arena Joinville. Este é o segredo do técnico Rogério Zimmermann para fazer do JEC vencedor?

Leia mais notícias sobre o Catarinense 2018

 
Jornal de Santa Catarina
Busca