Sánchez e Aubameyang centralizam atenções da janela de transferência - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Paris17/01/2018 | 10h49

Sánchez e Aubameyang centralizam atenções da janela de transferência

AFP
AFP

A janela de transferência de inverno na Europa segue rendendo manchetes e, após a venda de Philippe Coutinho ao Barcelona, é a vez dos destinos de Alexis Sánchez e de Pierre-Emerick Aubameyang ficarem no centro das atenções.

. Sánchez ainda não se foi

O jogador chileno de 29 anos, insatisfeito com o nível esportivo do Arsenal, clube que defende desde 2014, ainda não foi embora de Londres. Sua ida para o Manchester United está condicionada à boa vontade do meia armênio Henrikh Mkhitaryan, segundo o empresário deste último, Mino Raiola.

"O Manchester United não contratará Sánchez se 'Mkhi' não estiver de acordo de ir para o Arsenal. Ele ainda tem dois anos e meio de contrato, então a decisão e dele", declarou o representante de Mkhitaryan ao jornal The Times.

Mas o Arsenal, 6º colocado da Premier League e que disputa a Liga Europa, a menor das competições europeias, não parece se contentar com a possível chegada de Mkhitaryan.

. Todos querem o lugar de Alexis

A equipe londrina comandada por Arsène Wenger, que poderia também perder o atacante Theo Walcott, cobiçado pelo Everton, foi citada como destino de pelo menos quatro jogadores nos últimos dias. Primeiramente Thomas Lemar, do Monaco, pelo qual o Arsenal estava disposto a desembolsar 100 milhões de euros em julho, quando o jogador rejeitou a proposta. O clube londrino teria feito novas tentativas na janela de inverno, mas sem sucesso.

Outro nome cogitado foi o do atacante argelino Riyad Mahrez, que saeria liberado para deixar o Leicester caso a proposta fosse boa o suficiente, segundo informações do diário esportivo francês L'Equipe.

Os Gunners teriam se encontrado também com os representantes do brasileiro do Bordeaux Malcom, que custaria 50 milhões de euros. Mas, segundo à radio RMC, as negociações emperraram porque o clube francês, em plena crise de resultados, não quer deixar seu melhor jogador ir embora e o Arsenal não estaria disposto a deixar o ex-Corinthians na França por empréstimo até o fim da temporada.

Malcom, porém, foi chamado nesta quarta-feira pela direção do clube francês para uma conversa disciplinar, depois do surgimento de um vídeo nas redes sociais em que o brasileiro aparece se divertindo com amigos após a derrota do Bordeaux para o Caen (2-0), na terça. O clube denunciou uma "falta de maturidade, de solidariedade e de respeito com a instituição", enquanto os torcedores reclamam de uma "vergonha e um insulto contra a instituição". Um caso que parece empurrar o jogador de 20 anos para fora do clube francês.

. Aubameyang é favorito

Mas o Arsenal parece ter nova prioridade no mercado, o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, outro jogador que não vem tendo bom relacionamento com seu atual clube. Segundo o jornal alemão Bild, o atacante de 28 anos já estaria acertado com o clube londrino.

A notícia surge no momento em que o artilheiro do último Campeonato Alemão foi suspenso no domingo por indisciplina, pela terceira vez em duas temporadas e, desta vez, por ter faltado a um treino. "Ele é um personagem colorido. Talvez um pouco extrovertido, mas sempre foi disciplinado e profissional. Mas, atualmente, não é o caso", lamentou o diretor do Borussia, Michael Zorc.

O mesmo jornal garante que o Borussia, 4º colocado na Alemanha com 15 pontos a menos que o líder Bayern de Munique, teria como alvo Michy Batshuayi, do Chelsea, para substituir o gabonês. O atacante belga, porém, também está na mira do Sevilla. A duas semanas do fechamento da janela de transferência, o futebol ainda promete surpresas.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca