Zidane mais determinado para motivar seus jogadores - Esportes - Santa

Versão mobile

Madri09/01/2018 | 18h36

Zidane mais determinado para motivar seus jogadores

AFP
AFP

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, se mostrou mais determinado do que o habitual, nesta terça-feira, ao admitir que conversou com os jogadores durante quase uma hora para motivar seus comandados e encontrar soluções aos maus resultados do time.

O treinamento na véspera do confronto contra o Numancia, pelo jogo de volta das oitavas da Copa do Rei, começou uma hora mais tarde do previsto.

"Podemos pensar que a Liga está definida, mas o importante é que posso acrescentar para conseguir títulos e vitórias importantes. É preciso voltar a motivar outra vez meus jogadores para encontrar soluções", declarou o técnico francês em coletiva de imprensa.

"Não vou falar sobre o que falamos. São conversas, como em qualquer time. Estamos aqui para encontrar soluções, conversar e tentar melhorar coisas. Foi mais longa que outras, nada mais que isso. Não faço isso se acho que não é necessário. Não faço por fazer. Quando nos reunimos é para tirar algo da reunião", indicou Zizou.

"O plano é trabalhar e trabalhar ainda mais, porque não é suficiente. Vamos continuar trabalhando mais que nunca. Todos estamos no mesmo barco e ninguém vai sair dele. A culpa é de todos, e minha primeiro", acrescentou.

Zidane insistiu que não quer reforços na janela de transferências de inverno, criticando os que consideram que ele enfrenta o clube. A imprensa espanhola afirma que o francês clamou pela contratação do goleiro Kepa Arrizabalaga, do Athletic Bilbao.

"Incomodam os comentários que vocês fazem, pensando que eu enfrento o presidente ou o clube. Isso é porque não me conhecem. Sou apenas mais um e ninguém está acima do Real Madrid. Nunca vou enfrentar o clube, a torcida ou o presidente que me colocou aqui", criticou.

"Sei que algum dia este trabalho vai acabar, mas vou fazer meu trabalho ao 3.000%. Acredito no trabalho que fazemos e não vou jogar a toalha. Assumo minha responsabilidade e vou continuar até o final", concluiu.

* AFP

Jornal de Santa Catarina
Busca