Avanço, visibilidade e dinheiro: as pretensões do Avaí na Copa do Brasil - Esportes - Santa

Vers?o mobile

 

Outra meta06/02/2018 | 20h07Atualizada em 06/02/2018 | 20h07

Avanço, visibilidade e dinheiro: as pretensões do Avaí na Copa do Brasil

Classificação pode garante R$ 1,1 milhão aos cofres do clube, além de nutrir sonho de estar em fases da reta final

Avanço, visibilidade e dinheiro: as pretensões do Avaí na Copa do Brasil Marco Favero/Diário Catarinense
Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí vai enfrentar o Ceilândia-DF, fora de casa, na estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira. A meta da equipe azurra é sair do duelo no Abadião, às 16h de quarta-feira, classificada à segunda fase. E não apenas isso. O clube tem na competição uma chance de ter aparecer mais no cenário nacional e também ganhar um “reforço” no caixa.

O Leão ganha R$ 500 mil por jogar a partida e mais R$ 600 mil se avançar. A classificação pode render R$ 1,1 milhão ao cofre azul e branco.

— A gente sabe que é uma oportunidade muito boa para o clube, já chegamos a uma semifinal. São jogos únicos nas duas primeiras fases e temos que ir bem. Ano passado deixamos escapar a classificação em casa e queremos ir mais longe, para ter visibilidade e ajudar financeiramente o clube com as cotas. É um campeonato gostoso de jogar e a chance de jogar contra os melhores times é na Copa do Brasil. Vamos trabalhar e ir fase a fase — comentou o goleiro Kozlinski, antes da viagem para a região do Distrito Federal.

Além do adversário, o Avaí também vai encarar o clima seco do Cerrado, ainda que a estimativa é de 23 graus quando a bola rolar.

— Já jogamos na região, é um clima diferente do que encontramos aqui. Sabemos da dificuldade, mas temos nosso setor de fisiologia e vão nos auxiliar para nos preparamos para enfrentar o time deles e também o clima.

 
Jornal de Santa Catarina
Busca