Willian deixa o seu, mas Messi garante empate para Barça contra Chelsea - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Londres20/02/2018 | 19h25

Willian deixa o seu, mas Messi garante empate para Barça contra Chelsea

AFP
AFP

Lionel Messi pôs um fim a sua seca de gols diante do Chelsea ao marcar pela primeira vez na carreira contra o clube inglês, garantindo um empate em 1 a 1 para o Barcelona, nesta terça-feira em Londres pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

O argentino, que nunca havia marcado contra o Chelsea em 8 jogos prévios, respondeu aos 30 minutos do segundo tempo à abertura de placar do brasileiro Willian, melhor jogador dos Blues na partida e que balançou as redes 13 minutos antes em chute colocado de fora da área.

O empate acaba sendo um ótimo resultado para o time catalão, que tentará selar a vaga nas quartas de final no jogo de volta, em 14 de março diante de sua torcida.

Desta vez, o Barça não chega ao jogo de volta das oitavas em situação tão dramática quanto na temporada passada, quando, liderado por Neymar, reverteu a derrota por 4 a 0 na ida contra o PSG vencendo por 6 a 1 no Camp Nou, eliminando os franceses.

O Barça segue com boas chances de conquistar a 'Tríplice Coroa' ao fim da temporada: no Campeonato Espanhol é líder com 7 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Atlético de Madrid, enquanto já está classificado para disputar a final da Copa do Rei.

Já o Chelsea, que, fora um milagre, não tem chances de brigar pelo bicampeonato da Premier League (4º a 19 pontos do líder Manchester City), aposta todas as fichas da temporada na Champions. Agora, precisará buscar pelo menos um gol em Barcelona se quiser ter qualquer chance de avançar na competição.

- Willian brilha, Messi salva -

No primeiro tempo, a batalha em Stamford Bridge respeitou o roteiro esperado, com o Barcelona mandando na posse de bola, mas o Chelsea se mostrando perigoso no contra-ataque.

Um chute cruzado do belga Eden Hazard aos 6 minutos para o Chelsea e uma cabeçada de Paulinho aos 17 para o Barça foram as primeiras chances de gol da partida, na qual os londrinos se defendiam com muita segurança, num bloco sólido à frente do goleiro Courtois.

Com o passar do tempo, o Chelsea foi se mostrando mais perigoso ao chegar na área catalã e o principal nome do time inglês foi Willian.

O brasileiro, que estava com a pontaria afiada, acertou dois lindos chutes colocados de fora da área, aos 33 e 42 minutos, mas ambas as finalizações foram caprichosamente parar nas traves do goleiro Ter Stegen.

Na volta do intervalo, o Barcelona se mostrou um pouco mais agressivo na busca por uma finalização e Luis Suárez chegou perto de abrir o placar num chute rasteiro cruzado que obrigou Courtois a fazer linda defesa.

Mas Willian não demorou para responder e, em sua terceira tentativa, balançou as redes.

Aos 17 minutos, após cobrança curta de escanteio, Hazard encontrou Willian na entrada da área e o meia da seleção não titubeou, cortando a marcação e chutando colocado para abrir o placar.

O Barça sentiu o golpe e só conseguiu reagir por causa de uma falha de atenção do sistema defensivo inglês.

Aos 30 minutos, Iniesta interceptou um passe ruim de Christensen na saída de bola, tocou para trás e Messi chegou chutando de primeira, empatando a partida, exatamente no mesmo gol em que, em 2009, havia acontecido o 'Iniestazo', o gol do meia espanhol nos acréscimos que selou a classificação do Barça à final da Champions. O Barça acabou se tornando campeão ao vencer o Manchester United na decisão.

O gol assustou o Chelsea, que se mostrou incapaz de reagir diante de um Barcelona consciente de que o empate em 1 a 1 fora de casa era um bom resultado para trazer de Londres de volta para a capital catalã.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca