Bayern se impõe na Turquia e confirma vaga nas quartas da Liga dos Campeões - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Istambul14/03/2018 | 17h09

Bayern se impõe na Turquia e confirma vaga nas quartas da Liga dos Campeões

AFP
AFP

Sem precisar suar, o Bayern de Munique não tomou conhecimento da pressão do estádio do Besiktas para vencer por 3 a 1, nesta quarta-feira, e avançar às quartas de final da Liga dos Campeões com a 11ª vitória seguida de Jupp Heynckes na competição.

Thiago Alcântara abriu o placar para os alemães, aos 18 minutos do primeiro tempo. No primeiro minuto da segunda etapa, Gonul empurrou para as próprias redes e ampliou o prejuízo turco. Vagner Love diminuiu, aos 14, mas Sandro Wagner fechou a conta, aos 39.

Com a vitória em casa por 5 a 0, os visitantes só precisaram administrar a vantagem para se colocarem entre os oito melhores times desta temporada na Europa. Além disso, o comandante bávaro de 72 anos estabeleceu novo recorde no torneio continental.

"O Besiktas é um time muito bom e queria jogar um bom futebol hoje, um futebol orientado ao ataque. Não foi uma vitória fácil", declarou Heynckes após a partida.

O Bayern se juntou a Manchester City, Real Madrid, Juventus, Sevilla, Roma e Liverpool na próxima fase. Barcelona-Chelsea definem a última vaga ainda nesta quarta-feira, no Camp Nou.

O sorteio das quartas de final da Liga dos Campeões será realizado na sexta-feira (16). Os jogos da próxima fase eliminatória serão disputados nos dias 3 e 4 de abril, pela ida, e uma semana depois (10 e 11) as equipes se enfrentam pelos jogos de volta.

- Tranquilidade alemã -

Mesmo com a vantagem por 5 a 0 no jogo de ida, o Bayern começou o jogo dominando as criações ofensivas. Os alemães não se sentiam pressionados pelo imenso ruído provocado pela torcida local e mantinham a posse de bola.

Os turcos até conseguiam entrar na área dos bávaros, mas a bola não chegava limpa para o atacante brasileiro Vagner Love finalizar em condições de abrir o placar. A estratégia acabou deixando espaços lá atrás e o Bayern não perdoou.

Aos 18 minutos do primeiro tempo, Thomas Muller saiu da área para buscar jogo pelo lado direto. Da entrada da área, o capitão cruzou com perfeição para o brasileiro naturalizado espanhol, Thiago Alcántara, tocar de chapa com o pé esquerdo e deixar a missão do Besiktas ainda mais difícil. Com o gol sofrido em casa, o time turco precisava marcar sete para avançar.

Com o regulamento debaixo do braço, o Bayern entregou a bola para o Besiktas e esperou o momento de contra-atacar. Mas mesmo com a estratégia, o time alemão contou com a sorte em uma das subidas ofensivas.

No primeiro ataque da segunda etapa, o brasileiro Rafinha cruzou na área pelo lado direito e o zagueiro Gonul desviou para as próprias redes para ampliar o prejuízo, logo no primeiro minuto.

O lance curioso foi a invasão de um gato no campo, aos cinco minutos, paralisando o jogo por alguns instantes. Milhares de gatos vivem nas ruas de Istambul, onde são respeitados e alimentados pelos habitantes da cidade de Bósforo, a ponto de serem considerados uma marca da identidade local.

Aos 14 minutos, o Bayern vacilou na saída de bola e Love conseguiu tocar para o fundo das redes, mesmo após ser derrubado por Arthur Vidal dentro da área. No lance seguinte, o técnico Senol Gunes mandou Anderson Talisca a campo para tentar o milagre turco. O jogador de 24 anos acabou de ser convocado por Tite para os amistosos da seleção, mas não conseguiu aproveitar a chance.

Mas o tempo passou e o panorama da partida não abriu espaços para o que seria uma das maiores viradas da história da competição. Para piorar, o Bayern fez o terceiro gol com Sandro Wagner, aos 39 minutos, depois de jogada de David Alaba pela esquerda. O atacante só precisou empurrar com o peito para o fundo das redes e sacramentar a vitória.

"Foi um 3 a 1 raro. Perdemos muitas bolas, sobretudo no segundo tempo. No final controlamos a situação, mas não tivemos o jogo estruturado da maneira que queríamos", indicou o atacante Thomas Muller.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca