Jorge Henrique provoca o Avaí, e Betão responde ao rival: "Tudo é resolvido em campo" - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Clima quente09/03/2018 | 17h37Atualizada em 09/03/2018 | 17h37

Jorge Henrique provoca o Avaí, e Betão responde ao rival: "Tudo é resolvido em campo"

Atacante sugere enterro do Leão no clássico de domingo pela 13ª rodada do Catarinense

Jorge Henrique provoca o Avaí, e Betão responde ao rival: "Tudo é resolvido em campo" Marco Favero / Diário Catarinense/Diário Catarinense
Betão esteve em campo no primeiro turno contra o Figueirense Foto: Marco Favero / Diário Catarinense / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O clássico entre Figueirense, e Avaí acontece apenas no domingo, no Orlando Scarpelli, mas nos bastidores já começou a esquentar. Nesta sexta-feira, à tarde, o atacante Jorge Henrique provocou o rival durante a reapresentação do Furacão. Do outro lado, o zagueiro Betão saiu em defesa do Leão e tratou de responder com cautela as palavras do adversário antes da partida pela 13ª rodada do Campeonato Catarinense.  

— Lá só abrimos buraco, aqui vamos tampar — disse Jorge Henrique ao falar do empate por 3 a 3 no primeiro turno, na Ressacada. O resultado daquela partida pela quarta rodada ajudou a manter a atual vantagem do vice-líder Figueirense em relação ao terceiro colocado Avaí, que no momento é de seis pontos. Além disso, um triunfo do Furacão praticamente sepulta as chances do Leão chegar à final do Catarinense. 

Betão se utilizou da experiência dos seus 34 anos. O zagueiro preferiu a cautela e disse que isso pode ser uma maneira encontrada por Jorge Henrique para ter moral com a torcida do Figueirense. Apesar disso, o defensor não ampliou a discussão e afirmou ter recebido o áudio, porém, não quis ouvir.

— Não causa nada, na minha opinião. Não faz parte do meu perfil participar disso, sou jogador de futebol, não entro em polêmicas, visto a minha carreira. Não tenho declaração polêmica. As coisas são resolvidas em campo. Não ouvi a declaração, até me enviaram. Para mim, aos 34 anos, isso não mexe em nada. Mas pode ser o perfil dele, de fazer este agito, pegar moral com a torcida, algo assim. Tudo é resolvido em campo — falou o zagueiro. 

O Avaí precisa vencer para diminuir a diferença em relação ao Figueirense e permanecer na disputa por uma das vagas na final do Catarinense. O Furacão soma 26 pontos, enquanto o Leão tem 20 pontos..

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
Jornal de Santa Catarina
Busca