Os motivos que fazem de Chapecoense x Criciúma o jogo da rodada - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Estadual07/03/2018 | 08h07Atualizada em 07/03/2018 | 08h07

Os motivos que fazem de Chapecoense x Criciúma o jogo da rodada

São 16 títulos somados, com dez do Tigre e seis do Índio, em campo nesta quarta-feira às 21h45min 

Os motivos que fazem de Chapecoense x Criciúma o jogo da rodada Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC

O grande jogo da 12ª rodada do Campeonato Catarinense é Chapecoense e Criciúma, que se enfrentam nesta quarta-feira às 21h45min, na Arena Condá. São 16 títulos somados, com dez do Tigre e seis do Índio. Os dois times já fizeram cinco finais do estadual: 1991, 1995, 2007, 2011 e 2013. Listamos sete motivos para acompanhar este jogo:

1- Arena Condá 100%
A Chapecoense é o time com melhor aproveitamento em casa do Campeonato Catarinense. Também não podia ser diferente, pois venceu todos os seis jogos disputados na Arena Condá. Gilson Kleina conseguiu retomar uma das características do time do Oeste, que é ter muita força em seus domínios. Dos 24 pontos conquistados, 18 foram em casa.

2- Reação Tricolor
O  time do Sul do Estado, que vinha frequentando a zona de rebaixamento, mostrou reação na competição ao vencer o Concórdia por 5 a 2, na casa do Galo, no sábado. Resta saber se o Tigre vai conseguir manter a reação diante de um dos candidatos ao título da competição.

3- Invencível Jandrei
O campeonato se encaminha para a 12ª rodada e um goleiro ainda não levou gol na competição. E não é porque não tenha jogado. Jandrei disputou nove das 11 rodadas e não foi buscar a bola dentro do gol. A defesa como um todo está bem. Mas, quando exigido, Jandrei tem mostrado serviço. Já são 810 minutos de invencibilidade.

4- Presença de Argel
O técnico do Tigre é motivo de amor e ódio no Oeste Catarinense. Sua mulher é da região, o técnico gosta de Chapecó, mas sua relação com a torcida verde e branca é turbulenta. Chegou a brigar com o ex-presidente Sando Pallaoro para depois fazer as pazes. Chegou a ser cogitado como técnico do Verdão, mas a resistência ao seu nome foi maior. Sua presença na Arena Condá sempre é um atração à parte.

5- Vale a liderança
O jogo entre Chapecoense e Criciúma vale a ponta da tabela, pelo menos para a Chapecoense. O time de Gilson Kleina pode assumir a liderança provisória com uma vitória, pois iria a 27 pontos. O Figueirense, que tem 25, joga amanhã, contra o Brusque, fora de casa.

6- Mulher não paga
A diretoria da Chapecoense fez uma promoção em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Elas podem entrar gratuitamente apenas retirando antecipadamente o bilhete na bilheteria do estádio. Ontem, teve fila para a retirada. Hoje, a bilheteria abre às 9h e há limitação de dois ingressos por pessoa. A disponibilidade será até o limite de 7 mil ingressos de cortesia. O setor de cadeiras esgotou ainda ontem.

7- Transmissão da NSC
Quem não puder ir ao estádio terá a oportunidade de acompanhar a partida pela NSC, que fará a transmissão para todo o Estado, que certamente estará de olho para torcer ou secar algum dos clubes.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE X CRICIÚMA

CHAPECOENSE
Jandrei; Apodi, Nery Bareiro, Rafael Thyere e Vinícius Freitas; Amaral, Márcio Araújo e Elicarlos; Guilherme, Arthur Caike e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

CRICIÚMA
Luiz; Sueliton, Sandro, Nino e Andrew; Barreto, Dodi e Élvis; João Paulo, Lucas Coelho e Maílson. Técnico: Argel Fucks.

ARBITRAGEM: Heber Roberto Lopes, auxiliado por Bruno Müller e Luís Gustavo Ferreira de Souza.
HORÁRIO: quarta-feira, 7, às 21h45min.
LOCAL: Arena Condá, em Chapecó.
TRANSMISSÃO: NSC TV e minuto a minuto DC.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
Jornal de Santa Catarina
Busca