Poderosas e finalistas: o apoio das mulheres à Chapecoense e Figueirense - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Estadual07/04/2018 | 07h05Atualizada em 07/04/2018 | 07h05

Poderosas e finalistas: o apoio das mulheres à Chapecoense e Figueirense

Mariluci e Myrian estarão na torcida pelo título do Verdão ou Figueira no Catarinense 2018

Poderosas e finalistas: o apoio das mulheres à Chapecoense e Figueirense Marco Favero/Diário Catarinense
Mariluci e Myrian deixam a rivalidade de lado antes da grande decisão de domingo Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

"Lugar de mulher é onde ela quiser". A frase que ganha mais força nos últimos anos a cada conquista do universo feminino, virou o mantra de duas apaixonadas por um esporte culturalmente apontado como masculino: o futebol. A professora Mariluci Spanhol e a consultora de turismo Myrian Chagas são, respectivamente, torcedoras de  Chapecoense e Figueirense, clubes que promovem ações para atrair o público feminino aos estádios. No domingo às 16h, os times se enfrentam na Arena Condá, em Chapecó, na final do Campeonato Catarinense 2018

– O esporte é a salvação do planeta, uma cultura, algo que passa de geração em geração. Todos devem ir ao campo, sentir a emoção de perto e torcer pelo time do coração. É importante a participação de mulheres no futebol. Recentemente vi um jogo da Chapecoense com o trio de arbitragem feminino. Isso é um exemplo. Odeio quando xingam o juiz de filho da p... Afinal de contas, todos nós viemos de uma mulher. Não é legal quando isso ocorre – disse a torcedora da Chape.

Em março, mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, os finalistas promoveram iniciativas para atrair o público feminino aos estádios. O Verdão deu acesso gratuito às mulheres na Arena Condá. O Figueirense, além de fazer o mesmo, ainda bancou a mensalidade do plano de sócio-torcedor em caso de adesão feminina. Consequentemente, o aumento de torcida é garantido. 

– O público feminino quase nunca vai ao estádio sozinho. Eu mesmo vou sempre acompanhada do marido e amigas. Então, isso ajuda no aumento de torcida. A minha diversão é ir ao campo, de preferência no Orlando Scarpelli. Engana-se quem pensa que mulher não sabe sobre futebol. Sabemos muito sobre o esporte e podemos palpitar. Sou Figueirense fanática – falou a fanática pelo Furacão.

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL - 05/04/2018Torcedoras da Chapecoense e Figueirense se preparam para a final. Na foto, Mariluce (Chapecoense) e Myriam (Figueirense).
Chape ou Figueira: qual delas vai comemorar o título Catarinense 2018?Foto: Marco Favero / Diário Catarinense

Quem vai gritar "é campeão"?

A discordância delas é apenas em relação ao placar da final. A torcedora da Chapecoense, fã incondicional do lateral-direito Apodi, aposta na vitória por 3 a 0 do Verdão, que terá a vantagem de atuar como mandante na Arena Condá.

– Espero que a Chapecoense os faça três gols e defina rapidamente. O Apodi é meu ídolo, representa muito bem o que é a Chapecoense. É veloz, corre de ponta a ponta como uma águia num voo rasante. Não sei se ele fará um dos gols, mas independente disso é que o Verdão vai ser campeão – completa Spanholi.

Apaixonada pelo Figueira, Myrian confia no triunfo por 2 a 0. Apesar de ser fã do futebol de Jorge Henrique, ela acredita que os gols do 18º título estadual serão marcados pelos atacantes André Luís e Henan.

– Temos no time um cara que não desiste nunca, luta até o fim e que acredita em todos os lances. Claro que estou falando do Jorge Henrique. Gosto muito dele. Mas na final outros dois vão brilhar: André Luís e Henan. O Figueirense vai crescer contra a Chapecoense. Será a partida da superação e de mais um título no Catarinense  acredita.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
Jornal de Santa Catarina
Busca