Atacante da Chapecoense rebate torcida após vaias no empate com o Paraná - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Futebol07/05/2018 | 22h14Atualizada em 07/05/2018 | 22h14

Atacante da Chapecoense rebate torcida após vaias no empate com o Paraná

Resultado mantém o Verdão na zona de rebaixamento

Atacante da Chapecoense rebate torcida após vaias no empate com o Paraná Márcio Cunha/Especial
Foto: Márcio Cunha / Especial

A Chapecoense apenas empatou com o Paraná, por 1 a 1, na noite desta segunda-feira na Arena Condá. O resultado diante do lanterna da Série A, que mantém o Verdão na zona de rebaixamento não agradou à torcida, que vaiou o time na saída de campo.

Na saída para o intervalo, a torcida já havia feito críticas ao time, que apresentou um fraco futebol nos primeiros 45 minutos.

— O torcedor tem que apoiar a equipe durante a partida. Depois do jogo pode vaiar — reclamou o atacante Wellington Paulista, que recebeu cartão amarelo e não enfrenta o líder Flamengo no domingo, às 16h, novamente na Arena Condá.

O sentimento de frustração com o resultado, no entanto, foi compartilhado pelo grupo do Verdão, que lamentou o fato de não ter conseguido vencer o primeiro jogo na competição.

— Foi um empate com sabor de derrota. A gente até evoluiu em alguns aspectos, mas temos que trabalhar durante a semana para não cometer os mesmos erros — disse o atacante Leandro Pereira.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense no DC

 
Jornal de Santa Catarina
Busca