Atlético de Madrid encara Olympique de Marselha em busca do tri da Liga Europa - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Lyon15/05/2018 | 14h46

Atlético de Madrid encara Olympique de Marselha em busca do tri da Liga Europa

AFP
AFP

O Atlético de Madrid vai tentar conquistar o terceiro troféu da Liga Europa de sua história, nesta quarta-feira, diante de um Olympique de Marselha que chega à decisão com fome de título e que considera a final uma chance histórica.

Na última década, os Conchoneros foram presença habitual em finais europeias. Em 2010 e 2012, conquistaram a Liga Europa, enquanto em 2014 e 2016 perderam as decisões da Liga dos Campeões para o Real Madrid.

Isso deu um status continental ao espanhóis que falta ao time francês, que encara a quinta final europeia de sua história.

Em 1993, o Olympique levantou a Liga dos Campeões, sonho do time espanhol. Mas nas finais da Liga Europa, a equipe perdeu em 1999 e 2004. Além dos dados históricos, Atlético e Olympique entram em campo para definirem suas temporadas.

Para o Atlético, que praticamente garantiu o vice-campeonato da LaLiga e já tem vaga na próxima Liga dos Campeões, seria a chance de terminar o ano se redimindo da eliminação precoce na fase de grupo da Champions.

Já o Olympique, quarto colocado da Ligue 1 a uma rodada do final do campeonato, o objetivo de conquistar uma vaga na próxima Liga dos Campeões está em aberto. A equipe precisa terminar a temporada no pódio e está a um ponto do terceiro colocado.

Conquistar a Liga Europa permitiria o clube francês celebrar o troféu continental, garantir a vaga na Liga dos Campeões e ainda encarar a última rodada da Ligue1 sem pressões.

- Simeone suspenso -

"Faremos tudo possível para vencer o torneio, mas seremos outsiders contra o Atlético de Madrid", declarou o técnico do Olympique, Rudi Garcia, após a classificação para a decisão na prorrogação da semifinal.

Nos dias prévios da final, o Olympique se viu diante de várias dúvidas por lesões de jogadores (Dimitri Payet, Bouna Sarr, Rolando, Konstantinos Mitroglou). O caso de Payet, desfalque no último jogo da Ligue1 contra o Guingamp (3-3), é especialmente preocupante mas deu sinais positivos. No domingo, Garcia tentou tranquilizar dizendo que o jogador teria "um pequeno alerta" muscular.

No Atlético de Madrid, a principal perda está no banco de reservas: o argentino Diego Siemone foi suspenso na semifinal contra o Arsenal e não vai poder acompanhar o jogo na beira do gramado. Seu braço direito, Germán 'Mono' Burgos, será o substituto assim como no jogo de volta contra os Gunners no Metropolitano.

"Vamos jogar uma nova final, onde aparecem muitos sentimentos. Os jogadores estão bem e o momento é de dar tranquilidade. Que a experiência que temos sirva para nos desenvolvermos da melhor maneira. É preciso se entregar com o coração", indicou o treinador nesta quarta-feira.

"Somos dois times com similaridades. Temos boa bola palavras, muitas semelhanças. Vai ser uma final linda", indicou Simeone.

O uruguaio José Giménez e Vitolo Machín eram dúvidas por problemas físicos, mas foram relacionados por 'Cholo'.

A final da Liga Europa será disputada com um esquema de segurança reforçado e especial, por contra do temor de badernas gerados pela grande rivalidade entre torcedores de Olympique de Marselha e Lyon.

"Tomara que saia tudo bem e seja uma festa. Que se fale apenas de futebol quando acabe o jogo. O importante é aproveitar e que não exista dificuldades. Nós nos concentraremos no futebol, que é o que importa", declarou o uruguaio Diego Godín na véspera da partida.

- Prováveis escalações:

Atlético de Madrid: Oblak - Vrsaljko (ou Juanfran), Savic (ou Giménez), Godín, Lucas Hernández - Koke, Saúl Ñíguez, Gabi, Correa - Griezmann, Diego Costa.

Treinador: Germán Burgos (ARG), em substituição ao argentino Diego Simeone

Olympique de Marselha: Mandanda - Sarr, Rami, Luiz Gustavo, Amavi - Sanson, Maxime Lopez - Thauvin, Payet, Ocampos - Germain.

Treinador: Rudi Garcia

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca