Avaí contém euforia de fora na preparação para o clássico contra Figueira, diz Guga - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Série B09/05/2018 | 17h40Atualizada em 09/05/2018 | 17h40

Avaí contém euforia de fora na preparação para o clássico contra Figueira, diz Guga

De acordo com o lateral-direito, preparativos são o mesmo de qualquer partida e grupo busca calma para encarar o duelo de sábado

Avaí contém euforia de fora na preparação para o clássico contra Figueira, diz Guga Tiago Ghizoni/Diário Catarinense
Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O clássico da Capital mexe com as torcidas de Florianópolis. No Avaí, o grupo de jogadores tenta ficar imune à euforia que os torcedores azurra emanam, motivados pelo duelo das 16h30min de sábado, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, o lateral-direito Guga reconheceu que é uma partida diferente para os atletas envolvidos, mas que a preparação é a mesma.

— Em qualquer lugar que tenha torcedores, sempre falam mais na semana de clássico, que temos de ganhar de qualquer jeito. Sabemos o quanto envolve o clássico, que mexe com eles. Mas não podemos levar essa euforia toda para dentro de campo. Precisamos ter calma, consciência do que estamos fazendo para jogar os 90 minutos da melhor forma. Se levar muita euforia e entusiasmo para o jogo, vamos acabar falhando em outras coisas. Temos de manter a calma, fazer o que professor pede para sairmos com a vitória — reforçou, em entrevista coletiva.

Conforme o atleta, durante a semana de treinamentos o grupo teve o trabalho direcionado em melhorar o desempenho ofensivo. No último jogo, o empate em 1 a 1 com o São Bento, a equipe azurra empilhou chances de marcar gols, mas não conseguiu a vitória e ser eficiente. No Orlando Scarpelli, sábado, o Leão sabe que não pode desperdiçar tantas oportunidades quanto no compromisso passado pela Série B.

— Tivemos uma conversa no início da semana para termos um pouco mais de calma no último terço de campo. Talvez tenhamos pressa e acaba saindo um pouco ruins os cruzamentos e as finalizações. Conversamos, treinamos e ainda há treinos para acertar essa parte da última bola no jogo.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

 
Jornal de Santa Catarina
Busca