CR7 e Salah, um duelo entre mestre e aprendiz pela Bola de Ouro - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Kiev24/05/2018 | 16h11

CR7 e Salah, um duelo entre mestre e aprendiz pela Bola de Ouro

AFP
AFP

Real Madrid e Liverpool se enfrentam neste sábado em Kiev pelo título da Liga dos Campeões. Mas haverá um segundo duelo em campo. Uma vitória e uma boa atuação aproximariam Cristiano Ronaldo ou Mohamed Salah da Bola de Ouro.

Só uma grande atuação de Lionel Messi, Neymar, Iniesta, Eden Hazard ou Toni Kroos na Copa do Mundo afastaria Salah ou Cristiano Ronaldo do tão cobiçado prêmio individual, entregue pela revista France Football ao melhor jogador do ano.

Salah, 25 anos, eleito o melhor jogador da Premier League, marcou 44 gols na temporada, 32 deles na liga inglesa, o que lhe valeu a segunda posição na disputa da Chuteira de Ouro da Europa, atrás apenas de Messi (34).

Cristiano Ronaldo, 33 anos, se recuperou no fim após um início ruim de temporada, principalmente na Liga dos Campeões, competição da qual é o artilheiro com 15 gols, contra 10 do egípcio. O português também anotou 26 gols no Campeonato Espanhol.

A final da Champions poderá ser um bom teste para Salah, embora o mundo do futebol ainda não esteja convencido de que o atacante do Liverpool tenha alcançado o nível de Cristiano Ronaldo ou Messi.

"Mohamed fez uma temporada fantástica, mas Cristiano fez quinze, marcou 47.000 gols, números loucos. Por que compará-los? Na época do Pelé, ninguém o comparava com os outros", analisou o próprio técnico de Salah no Liverpool, Jurgen Klopp.

O companheiro de seleção egípcia Ahmed Elmohamady e o ex-jogador alemão do Liverpool Dietmar Hamann concordam.

"(Salah) brilhou em uma temporada, mas para chegar ao nível de Ronaldo ou Messi é preciso fazer isso durante sete ou oito anos. Ele tem muito caminho pela frente", afirmou Elmohamady, zagueiro do Aston Villa.

- O presente é de CR7 -

Hamann também pediu cautelo em relação a Salah.

"Tudo o que Salah toca nesta temporada termina em gol, mas num jogo como este, uma final de Champions, eu escolheria o mais experiente. Salah teve uma temporada incrível e terá pela frente seus melhores anos. O futuro lhe pertence, mas o presente é de Ronaldo. Se me perguntassem quem eu quero na minha equipe hoje, diria Ronaldo", analisou o alemão.

Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid, concorda.

"Não trocaria Cristiano Ronaldo por Salah. Eu só falo de meus jogadores. Ter Cristiano Ronaldo na equipe é o melhor que te pode acontecer. É o melhor e o mostra a cada ano", elogiou o francês.

Já Salah e Cristiano Ronaldo preferem não falar do duelo entre os dois.

"Não vai ser uma final entre Mohamed Salah e Cristiano Ronaldo. Eu jogo por um grande clube e temos grandes jogadores e chegar a esse jogo foi um grande trabalho da equipe, que eu não posso conseguir sozinho", declarou Salah.

Segundo informações aparecidas na imprensa inglesa esta semana, Cristiano Ronaldo tem uma boa impressão de Salah e teria pedido a contratação do egípcio a Florentino Pérez, presidente do Real Madrid.

Na próxima temporada os dois atacantes poderão ser companheiros de equipe, mas no sábado, em Kiev, serão rivais num duelo duplo, pelo título da Champions e pela Bola de Ouro.

Após o duelo direto de sábado, as atenções estarão centradas na Copa do Mundo, na qual Cristiano Ronaldo certamente terá mais ambições com a seleção portuguesa, embora um título pareça ser um sonho distante para ambos.

Mas, para Salah, o fato de ter guiado o Egito na classificação para a Copa, um objetivo que o país africano não alcançava há quase 30 anos, pode também pesar na hora da escolha do melhor jogador do mundo.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca