Avaí vence o Coritiba e garante mais uma rodada dentro do G-4 - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Série B08/06/2018 | 23h22Atualizada em 08/06/2018 | 23h22

Avaí vence o Coritiba e garante mais uma rodada dentro do G-4

Com gol de Capa e de Marquinhos, que entrou no finzinho, Leão faz 2 a 0 na Ressacada

Avaí vence o Coritiba e garante mais uma rodada dentro do G-4 Leo Munhoz/Diário Catarinense
Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Se não há chances e chances, uma bola serve. A precisão foi a marca do triunfo do Avaí sobre o Coritiba na noite desta sexta-feira. Os 4.376 torcedores na Ressacada viram o passe em profundidade de Romulo que encontrou Capa dentro da área para abrir o caminho para o 2 a 0 em duelo pela Série B do Campeonato Brasileiro. O segundo gol foi nos instantes finais, em penalidade máxima que Marquinhos botou dentro e garantiu a equipe dentro do G-4. 

Em uma semana os azurras voltam a jogar pela competição. O Leão vai a Varginha para enfrentar o Boa Esporte às 20h30min de sexta-feira, no Dilzon Melo, o Melão. O Coritiba abre a rodada, na segunda-feira. Às 18h, encara o Juventude no Alfredo Jaconi.

O jogo

Pela necessidade do Avaí vencer, o técnico Geninho ousou na escalação. Colocou Lourenço na ala direita em substituição ao suspenso Guga. Com Judson, Renato e Romulo de volta, o time tratou de se impor. Ainda assim, foi de poucos lances de perigo desde o começo. Aos quatro, Renato finalizou e o ex-Figueira Wilson não sofreu para defender. Aos 16, Rodrigão finalizou colocado e para fora. O lance mais bonito nos primeiros 20 minutos foi o chapéu de Capa no atacante Iago Dias. Aos 27, o Leão teve a chance mais clara até então. Airton desviou escanteio que veio na primeira trave e a bola lambeu o lado de fora da rede. Pouco depois, Romulo foi travado dentro da área na finalização do contra-ataque.

O time da casa não conseguia ir além disso. Então o Coxa levou perigo aos 41. Foi quando Iago Dias se desvencilhou da marcação e mandou tijolo de fora da área. Aranha espalmou para fora. O lance acordou o Avaí que saiu em contragolpe com Rodrigão. Bem, Wilson garantiu o placar zerado na etapa primeira. As equipes voltaram do intervalo sem alterações nas escalações e nas posturas. A partida seguiu sem que os goleiros fossem ameaçados. A esperança que o cenário mudasse veio com as alterações aos 16. Carlos Alberto entrou pelo Leão e Alisson Farias apareceu no Coxa.

Efeito imediato e azurra. Rodrigão aparou, tocou para Romulo e ele rolou para dentro da área. Foi para a Capa penetrar e bater de canhota na saída do goleiro. Aos 18 minutos, o placar estava inaugurado. O Coritiba foi turbinado com atacantes. As três alterações de Eduardo Baptista foi para colocar homens de frente – entraram também Nathan e Pablo. Aos 34, o Avaí se safou de tomar o empate. Alecssandro puxou o contra-ataque, entrou na área e botou de lado. Tanto Pablo quanto Alisson Farias não conseguiram o desviou enquanto a defesa da casa se enrolou na tentativa de afastar o perigo.

O Coxa se apressou para tentar somar na Ressacada. O Avaí se limitou aos contra-ataques. Pouco depois de bela defesa de Aranha, aos 38 minutos, Marquinhos reencontrou o torcedor, o gol e a vitória na Ressacada.  Ele entrou em campo no lugar do centroavante Rodrigão. Coube a ele a cobrança de penalidade máxima sofrida por Renato. Deslocou Wilson antes de se deslocar para a beirada do campo para celebrar o tento junto ao torcedor. 

FICHA TÉCNICA

AVAÍ
Aranha; Alemão, Betão e Airton; Lourenço (Carlos Alberto), Judson, Matheus Barbosa, Renato e Capa (João Paulo); Romulo e Rodrigão (Marquinhos). Técnico: Geninho. 

CORITIBA
Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven, Alex Alves e William Matheus; Vitor Carvalho, Vinícisu Kiss (Nathan), Chiquinho (Pablo) e Yan Sasse; Iago Dias (Alisson Farias) e Alecsandro. Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS:  Capa, aos 18 do segundo tempo, e Marquinhos, aos 44 do segundo tempo (A)
CARTÕES AMARELOS: Judson e Marquinhos (A). Alex Alves, Iago Dias e Vinícius Kiss (C). 

ARBITRAGEM: Rodrigo Carvalhaes de Miranda, auxiliado por Wendel de Paiva Gouvea e Daniel do Espirito Santo Parro (trio do RJ).
BORDERÔ: 4.376 torcedores, para uma renda de R$ 94.436.
LOCAL: Ressacada.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

Alex Alves e William Matheus; Vitor Carvalho, Vinícisu Kiss (Nathan), Chiquinho (Pablo) e Yan Sasse; Iago Dias (Alisson Farias) e Alecsandro. Técnico: Eduardo Baptista.

GOLS:  Capa, aos 18 do segundo tempo, e Marquinhos, aos 44 do segundo tempo (A)
CARTÕES AMARELOS: Judson e Marquinhos (A). Alex Alves, Iago Dias e Vinícius Kiss (C). 

ARBITRAGEM: Rodrigo Carvalhaes de Miranda, auxiliado por Wendel de Paiva Gouvea e Daniel do Espirito Santo Parro (trio do RJ).
BORDERÔ: 4.376 torcedores, para uma renda de R$ 94.436.
LOCAL: Ressacada.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

 
Jornal de Santa Catarina
Busca