Chapecoense perde do Vitória e volta à zona de rebaixamento no Brasileirão - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Série A06/06/2018 | 21h24Atualizada em 06/06/2018 | 21h24

Chapecoense perde do Vitória e volta à zona de rebaixamento no Brasileirão

Erro defensivo de Apodi determina derrota por 1 a 0 do Verdão do Oeste em Salvador

Chapecoense perde do Vitória e volta à zona de rebaixamento no Brasileirão TIAGO CALDAS/Estadão Conteúdo
Foto: TIAGO CALDAS / Estadão Conteúdo
DC Esportes
DC Esportes

A Chapecoense está de volta à zona de rebaixamento. Após duas rodadas fora da degola, o Verdão retornou ao grupo dos últimos quatro colocados ao perder para o Vitória, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira. O confronto no Barradão, em Salvador, pela 10ª rodada da Série A do Brasileiro, teve o gol anotado pelo atacante Neilton na etapa final após falha defensiva do lateral-direito Apodi.

O resultado deixa o Verdão com 10 pontos, enquanto o Vitória, agora com 11 pontos, ganha justamente a posição do adversário e respira mais aliviado fora do Z-4.  As equipes voltam a campo no sábado. Às 19h, a Chape pega o Cruzeiro no retorno à Arena Condá depois de duas partidas como visitante. Um pouco mais tarde, às 21h, a Vitória visita o Corinthians em duelo na Arena Corinthians, em São Paulo. Os confrontos são pela 11ª rodada, a penúltima antes da pausa para a Copa do Mundo da Rússia, que começa na próxima quinta-feira, dia 14.

O jogo

Os goleiros foram os destaques do primeiro tempo. Ronaldo e Jandrei fizeram defesas importantes que garantiram a igualdade sem gols nos 45 minutos iniciais em Salvador. Escolhido por Vagner Mancini para a vaga de Elias após a goleada de 5 a 2 para o Santos, o titular do Vitória trabalhou muito bem aos 10. Apodi bateu cruzado, e Wellington Paulista testou firme. O arqueiro do Rubro-negro foi buscar no canto esquerdo baixo. Do outro lado, o camisa 93 do Verdão também mostrou qualidade. Aos 17, André Lima deu de carrinho na bola, mas o paredão da Chape espalmou e, ainda, tirou com o pé em seguida para escanteio.

O time baiano teve na sequência mais uma boa oportunidade. Neilton ficou com a sobra na entrada da área e chutou rasteiro, e o zagueiro Douglas desviou no meio do caminho. Os jogadores do Vitória reclamaram de pênalti, mas o árbitro assinalou escanteio. A imagem mostrou que a bola acertou a coxa do atleta do Verdão. Depois disso, a Chape teve sucesso na marcação ao fechar os espaços, mas não conseguiu encaixar os contra-ataques como foi no jogo passado no empate por 3 a 3 com o Atlético-MG. Aos 42, Jandrei ainda salvou mais uma vez. Neilton deu de voleio, e o arqueiro mostrou reflexo e posicionamento para agarrar.

Na volta do intervalo, a Chapecoense adotou a postura defensiva e suportou a pressão do Vitória até aos 16 minutos. Apodi errou o domínio na entrada da área e isso se tornou uma bela assistência para Neilton. O camisa 10 do Leão emendou um chute venenoso, colocado, e mandou a bola no ângulo direito da meta de Jandrei. O goleiro saltou, mas não evitou o gol do time baiano. Aos 20, o Verdão teve a oportunidade do empate com Arthur Caíke. Em uma pancada de fora da área em cobrança de falta, o atacante colocou Ronaldo para trabalhar. O goleiro rubro-negro caiu no canto esquerdo baixo e espalmou. A zaga afastou de vez depois. 

Na ânsia de buscar o empate e voltar para Chapecó com pelo menos um ponto, a Chape foi ao ataque. Vinicius mostrou que está longe da boa fase. As chances do atacante foram distantes da meta de Ronaldo. Outro que entrou no decorrer do segundo tempo, Guilherme não teve oportunidades para igualar o placar. Nos acréscimos, Wallyson ainda soltou a pancada em batida de falta e isolou por cima do gol defendido por Jandrei. Insistente, o Verdão esboçou uma pressão nos minutos finais, mas sem êxito e, assim, amargou o quarto revés na Série A. 

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA -1
Ronaldo; Cedric, Kanu, Aderllan e Jeferson; Ramon, Lucas Marques (Yago) e Rhayner (Nickson); André Lima, Wallyson e Neilton (Lucas Fernandes). Técnico: Vagner Mancini.

CHAPECOENSE - 0
Jandrei; Apodi (Eduardo), Douglas, Rafael Thyere e Bruno Pacheco; Márcio Araújo (Guilherme), Elicarlos e Canteros; Nadson, Arthur Caíke e Wellington Paulista (Vinicius). Técnico: Gilson Kleina.

GOL: Neilton (V), aos 16 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS:
Kanu, Neilton e André Lima (V). Rafael Thyere e Arthur Caíke (C).
PÚBLICO:
5.459 torcedores.
ARBITRAGEM
:  Dyorgines José Padovani de Andrade, auxiliado por Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antonio Zanotti.
LOCAL: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).

Leia mais notícias sobre a Chapecoense no DC

 
Jornal de Santa Catarina
Busca