Federer revela que voltar a ser melhor do mundo é "motivação extra" - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Estugarda11/06/2018 | 14h06

Federer revela que voltar a ser melhor do mundo é "motivação extra"

AFP
AFP

O suíço Roger Federer revelou nesta segunda-feira que a chance de recuperar o topo do ranking mundial, caso chegue à final do torneio de grama de Stuttgart, é "ma motivação extra".

"Existe muito em jogo. Esperava a vitória de Rafa em Roland Garros e acho que isso criou uma situação de acordo com as minhas previsões. Sei que preciso chegar à final para recuperar o primeiro lugar. É uma motivação extra", explicou o campeão suíço de 36 anos.

"Mas eu levo cada coisa no seu tempo, sem fazer planos demais no futuro. As diferenças são mínimas sobre a grama", acrescentou Federer, eliminado por Tommy Haas na estreia no ano passado.

Este será o terceiro ano seguido que Federer inicia sua temporada na grama em Stuttgart. O suíço aspira levantar Wimbledon pela nona vez na carreira.

"Não é tão fácil ganhar em Grand Slam, porque são sete jogos, o que supõe muito tênis", explicou. Em 2016, Federer chegou às semifinais em Stuttgart.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca