Figueirense comemora 97 anos com vitória sobre Sampaio e vice-liderança - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Série B12/06/2018 | 22h27Atualizada em 12/06/2018 | 22h27

Figueirense comemora 97 anos com vitória sobre Sampaio e vice-liderança

Alvinegro faz gol no começo, tem jogador expulso e consegue segurar o triunfo no Orlando Scarpelli

Figueirense comemora 97 anos com vitória sobre Sampaio e vice-liderança Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Com um a mais no placar e um a menos na escalação, o Figueirense venceu o Sampaio Corrêa na noite desta terça-feira. Cumpriu a tarefa no dia do aniversário, de fazer valer a comemoração pelos 97 anos do clube com triunfo diante de 4.193 torcedores: 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa. A equipe mandante no Orlando Scarpelli fez o gol no início do jogo, teve um jogador expulso antes do intervalo e segurou o resultado positivo com valentia. Mas a cereja do bolo foi o reflexo na classificação. O Alvinegro ocupa a vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Figueira ganha tempo para trabalhar nos próximos dias. O compromisso seguinte será no dia 23 (sábado), às 18h30min, contra o Coritiba no Couto Pereira. O Sampaio joga no mesmo dia, às 19h, contra o Atlético-GO no Castelão (MA).

O jogo

Espocados todos os fogos de artifício pelo aniversário do Figueirense, Jorge Henrique arrancou pela direita e o cruzamento quase virou gol por causa do desvio de marcador pelo caminho. Andrey defendeu. Porém, o barbante não demorou a balançar. Para alegria dos alvinegros que foram ao Scarpelli também para comemorar os 97 anos do clube, João Paulo bateu escanteio e a defesa não conseguiu afastar, aos cinco. Sobrou para Nogueira encher o pé e as redes: 1 a 0. A vantagem parcial e o campo pesado pela chuva ao longo desta terça-feira foi um convite para segurar o resultado e desacelerar o ritmo da partida. O Sampaio Corrêa não oferecia muito perigo. Quando necessário, Denis apareceu com segurança.

Como as finalizações aos 30 minutos. Primeiro na falta de Danielzinho em que o goleiro do Alvinegro voo para dar o tapa para fora. No escanteio levantado na área, Wellington Rato cabeceou e o camisa 1 abraçou a bola. No instante seguinte, quase o Figueira chegou ao segundo. Zé Antônio bateu falta da intermediária e carimbou Andrey. No rebote, Cleberson tentou no carrinho e o arqueiro defendeu novamente. O primeiro tempo já estava nos acréscimos quando Zé Antônio aplicou carrinho frontal em Bruninho no campo de ataque. O Elmo Resende Cunha mostrou o cartão vermelho — direto. A etapa terminou com o Alvinegro com um a mais no placar e um a menos na escalação.

A expulsão fez o técnico Milton Cruz operar duas alterações: saíram Renan Mota e Henan para as entradas de Pereira e André Luis. Passados três minutos do segundo tempo, um lance inusitado. O treinador alvinegro escorregou ao desviar da bola que passava perto de sua área técnica. Bem humorado, Milton riu e agradeceu ao torcedor pelas gargalhadas. Aos seis, João Paulo tentou o segundo tento alvinegro em cobrança de falta. O chute colocado passou rente ao poste. O Figueirense segurava resultado. Descia ao ataque vez ou outra e continha os visitantes com todos os jogadores no campo de defesa.

Sem que o time conseguisse levar perigo, o segundo tempo passou arrastado. O Figueira se fechou de vez com a entrada do zagueiro Eduardo na vaga do volante Pereira. O Sampaio até ensaiou uma pressão, mas a defesa deu conta do recado. O time visitante conseguiu apenas igualar a quantidade de jogadores em campo. Aos 42 minutos, Rodrigo Fumaça, que entrou no segundo tempo, também recebeu cartão vermelho. O último apito foi muito comemorado por todos os alvinegros. Os do campo por terem suportado um tempo de jogo com um a menos e os das arquibancadas pelo time na vice-liderança da Série B.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE
Denis; Diego Renan, Cleberson, Nogueira e Lazaroni; Zé Antônio e João Paulo (Eduardo); Renan Mota (Pereira), Jorge Henrique e Gustavo Ferrareis; Henan (André Luis). Técnico: Milton Cruz.
SAMPAIO CORRÊA
Andrey; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Alyson; William Oliveira, Diego Silva e Danielzinho (Esquerdinha); Wellington Rato, William (Alexandro) e Bruninho (Rodrigo Fumaça). Técnico: Roberto Fonseca. 

GOL: Nogueira, aos 5 do primeiro tempo (F).
CARTÕES AMARELOS: Cleberson, Denis, Ferrareis e Pereira (F). Alyson, Rodrigo Fumaça e William Oliveira (S).
EXPULSÃO: Zé Antônio (F) e Rodrigo Fumaça (S). 

ARBITRAGEM: Elmo Alves Resende Cunha, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva e Tiago Gomes da Silva (trio de GO).
BORDERÔ: 4.193 torcedores, para uma renda de R$ 74.372,00.
LOCAL: Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

 
Jornal de Santa Catarina
Busca