Kane faz dois e evita tropeço da Inglaterra sobre a Tunísia - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Volgogrado18/06/2018 | 17h42

Kane faz dois e evita tropeço da Inglaterra sobre a Tunísia

AFP
AFP

Capitão, craque e com estrela: Harry Kane marcou duas vezes na vitória da Inglaterra sobre a Tunísia por 2 a 1, nesta segunda-feira, e evitou tropeço inglês na estreia da Copa do Mundo com gol nos acréscimos do segundo tempo.

Aos 46 minutos da segunda etapa, o camisa '9' salvou sua equipe para dividir a liderança do grupo G com a Bélgica, que venceu o Panamá por 3 a 0 no outro confronto da chave.

Antes, centro-avante colocou os ingleses na frente, aos 11 minutos, e viu Ferjani Sassi igualar cobrando pênalti, aos 35 da primeira etapa.

Diferentemente de Brasil, Espanha, Argentina, e Alemanha, todos campeões mundiais e apontados como favoritos ao título, a Inglaterra não decepcionou na primeira partida no mundial russo e começou a luta pelo bicampeonato com vitória.

Mas a vida do "English Team" não foi fácil. Depois de começar muito bem no primeiro tempo e ter grandes chances abrir vantagem no placar, o time diminuiu o ritmo na segunda etapa e precisou da estrela de Kane para assegurar a vitória nos minutos finais.

"Estou muito orgulhoso dos rapazes. Acho que jogamos realmente bem no primeiro tempo e poderíamos ter marcado vários gols. Continuamos e continuamos até o último segundo. Estou absolutamente emocionado", afirmou Kane após o jogo.

Na próxima rodada, a Inglaterra encara o Panamá, em Nijni Novgorod, dia 24 de junho. Um dia antes, a Bélgica enfrenta a Tunísia em Moscou.

- Inglaterra elétrica -

A Inglaterra queria evitar repetir os tropeços de outras campeãs mundiais na estreia e começou a partida a mil por hora.

Lingard quase abriu o placar no primeiro minuto de jogo, mas o goleiro Hassen fez linda defesa. Dois minutos depois, Lingard deixou Sterling na cara do gol sem goleiro, mas o camisa 10 perdeu a passada e desperdiçou grande oportunidade.

Depois de duas chances claras desperdiçadas, os ingleses conseguiram furar o bloqueio graças ao oportunismo do craque Harry Kane, aos 11 minutos.

Após cobrança de escanteio, John Stone subiu no terceiro andar e cabeceou firme para mais uma defesa de Hassen. No rebote, a bola sobrou na pequena área para o capitão só empurrar para as redes.

Os ingleses, que tinham domínio completo do jogo, diminuíram o ritmo após o gol e abriu espaço para a Tunísia esboçar uma reação. Aos 26, Sassi assustou os europeus com chute desviado pela zaga.

Seis minutos depois, Kyle Walker fez uma falta infantil dentro da área e cedeu pênalti para os africanos. Sassi teve outra oportunidade e desta vez mandou para o fundo das redes batendo com perfeição, rasteiro, no canto esquerdo do goleiro Pickford.

A Inglaterra então acordou na partida e foi para cima dos tunisianos. Aos 38 e 43 minutos, o time europeu chegou com muito perigo e acertou a trave duas vezes, ficando perto do desempate.

- Sonolência e estrela -

Na volta do intervalo, as equipes retornaram dos vestiários mais lentas e desatentas. Ambos os times erraram muitos passes e tinham dificuldades de imporem seus estilos.

Os ingleses dominavam a posse de bola, mas não conseguiam ser eficientes diante da zaga fechada da Tunísia, que montava uma linha de cinco defensores e parecia intransponível para o English Team.

A primeira chance clara de gol só foi aparecer aos 33 minutos, quando Ashley Young cobrou falta da meia lua da área por cima do gol de Mustapha. O arqueiro, que entrou no lugar de Hassen aos 14 do primeiro tempo, fez defesas seguras e parecia garantir o empate.

Nos minutos finais, a Inglaterra partiu para cima de qualquer jeito para conseguir a vitória na estreia. E contou com a presença salvadora de Kane para evitar a igualdade nos acréscimos do jogo.

Em cobrança de escanteio aos 46 minutos, Maguire desviou na primeira trave e o centro-avante testou para fazer seu segundo gol no jogo e garantir a vitória.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca