Marcílio Dias bate o Blumenau por 3 a 0 na Série B do Catarinense - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Futebol20/06/2018 | 22h56Atualizada em 20/06/2018 | 23h06

Marcílio Dias bate o Blumenau por 3 a 0 na Série B do Catarinense

Equipe de Itajaí anulou o BEC e chegou ao segundo triunfo na competição

Marcílio Dias bate o Blumenau por 3 a 0 na Série B do Catarinense Patrick Rodrigues / Jornal de Santa Catarina/Jornal de Santa Catarina
Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa Catarina / Jornal de Santa Catarina

Na reestreia do técnico Viton no comando do Blumenau Esporte Clube o Tricolor foi totalmente dominado pelo Marcílio Dias e perdeu em casa nesta quarta-feira à noite. Superior durante a maior parte do duelo, o Marinheiro fez 3 a 0 com tranquilidade e entrou no grupo dos quatro primeiros na classificação da Série B do Campeonato Catarinense.

O Marcílio veio com três atacantes apostando nos contra-ataques pelas laterais, e foi em um lance de velocidade que Abner foi derrubado por Julinho dentro da área e o árbitro marcou pênalti para os visitantes. Aos 39 anos, o experiente atacante Schwenck bateu bem e abriu o placar para o time de Itajaí. O gol fez o Blumenau esfriar e sofrer pressão, contando com boas defesas do goleiro Roger Paranhos para não sair de campo goleado.

Na segunda etapa Viton mudou o time no intervalo, mas nem deu tempo dos 457 pagantes no Estádio do Sesi se acomodarem novamente nas cadeiras e o Marcílio Dias fez o segundo. Com 30 segundos de bola rolando o atacante Wilson Junior, que havia acabado de entrar em campo, recebeu lançamento na direita e bateu cruzado de primeira para ampliar o placar. Desorganizado, o Blumenau não conseguiu pressionar e sofreu com a má atuação dos jogadores da linha de frente, que nem chegaram perto de assustar o goleiro adversário.

A noite do BEC foi tão complicada que nem mesmo com um jogador a mais a partida melhorou. Abner levou o segundo cartão amarelo na metade do segundo tempo, após simular uma falta, e foi expulso. O Tricolor foi para cima mas não conseguiu criar boas oportunidades e acabou castigado com mais um gol: de Sabiá (que já passou pelo Metropolitano), aos 31 da segunda etapa.

- Temos que melhorar agora e esquecer esse jogo. É hora de trabalhar para recuperar os pontos - disse o meia Miller em entrevista à Rádio Nereu Ramos depois da partida.

Na oitava posição com três pontos, o Blumenau recebe na próxima rodada o Operário de Mafra no Sesi sábado, às 15h30min. O Marcílio Dias joga em casa contra o Barra às 15h de domingo.

Ficha técnica

BLUMENAU
Roger Paranhos; Julinho, Jeferson Vottri (Maranhão), Alex e Ruhan; Fernando, Maikinho, Rossetti e Miller (Adeilson); Juninho e Afonso (Lucas Vaz)
Téc.: Viton

MARCÍLIO DIAS
Christofer; Bruno Santos, Igor Brondani, Rogélio e Léo Rigo; Andrei Alba, Arthur Feitoza e Safira (Léo Ávila); Abner, Ayrton (Wilson Junior) e Schwenck (Sabiá)
Téc.: Renê Marques

Gols: Schwenck (M), aos 44 do primeiro tempo, Wilson Junior (M) aos 30 segundos do segundo tempo e Sabiá (M) aos 31 do segundo tempo.
Arbitragem: William Machado Steffen, auxiliado por Johnny Barros de Oliveira, Mauro Ricardo Alves da Luz e Jakson Pereira.
Local: Estádio do Sesi (Blumenau), às 20h30min,

 
Jornal de Santa Catarina
Busca