Metropolitano empata na estreia da Série B do Catarinense - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Futebol10/06/2018 | 17h02Atualizada em 10/06/2018 | 19h40

Metropolitano empata na estreia da Série B do Catarinense

Verdão de Blumenau empatou sem gols com o Operário de Mafra na tarde deste domingo, em Itaiópolis, no Planalto Norte do Estado

Metropolitano empata na estreia da Série B do Catarinense Edemir Júnior/Esporte em Foco,Divulgação
Os dois times criaram oportunidades de marcar com chutes de média e longa distância, além de bolas alçadas na área Foto: Edemir Júnior / Esporte em Foco,Divulgação

Um ponto para cada lado. Foi assim que Operário de Mafra e Metropolitano deixaram o gramado do Estádio 16 de Abril, em Itaiópolis, no Planalto Norte do Estado, na tarde deste domingo. As duas equipes ficaram no empate sem gols na partida que marcou a estreia dos clubes na Série B do Campeonato Catarinense.

Os dois times fizeram um jogo marcado pelo nervosismo e o equilíbrio, com algumas chances de gol para os dois lados. O goleiro Igor Koehler, do Metrô, trabalhou bastante e contou com a sorte e a ajuda da trave para não ser vazado. O Verdão também criou chances de balançar as redes adversárias, mas parou na falta de pontaria e também nas boas ações do goleiro adversário

A chuva deu as caras durante a etapa final, dando ainda mais ares de dramaticidade à partida, tornando mais comuns as tentativas de lançamentos e os chutões para o alto. Os dois times criaram as melhores oportunidades de marcar com chutes de média e longa distância, além de bolas alçadas na área, em lances de cobrança de faltas e escanteios.

– Foi um jogo de estreia, bem duro. O resultado foi justo. Tivemos muito pouco poder ofensivo. O zero a zero está de bom tamanho. O Metropolitano é um dos favoritos e com o decorrer do campeonato a gente vai encorpar mais o elenco e ganhar mais na parte física para brigar pelo título e o acesso – analisou o experiente zagueiro Douglas Silva, em entrevista à rádio Nereu Ramos.

O técnico do Metrô, Rodrigo Cascca, terá que lidar com a lesão do zagueiro Rafael Schmitz. O experiente defensor sentiu dores no joelho e foi substituído ainda ao longo da etapa inicial.

– Senti um estalo no joelho após fazer um lançamento e depois comecei a sentir dores. Aí, pedi para sair – contou o jogador ainda no intervalo de jogo em entrevista à rádio Nereu Ramos.

Os times voltam ao campo para a segunda rodada na próxima quarta-feira. O Metrô fará a estreia diante da torcida. Às 20h30min, recebe o Juventus, de Jaraguá do Sul, no Estádio do Sesi. Mais cedo, às 16h, o Operário de Mafra vai a Itajaí enfrentar o Almirante Barroso, na grama sintética do Estádio Camilo Mussi.

 
Jornal de Santa Catarina
Busca