"Não chegou nada oficial", afirma Alisson sobre transferência - Esportes - Santa

Vers?o mobile

 

Sochi12/06/2018 | 09h46

"Não chegou nada oficial", afirma Alisson sobre transferência

AFP
AFP

Cobiçado por clubes do porte de Real Madrid e Liverpool, o goleiro da seleção brasileira Alisson negou a existência de uma negociação para deixar a Roma e afirmou que está concentrado na Copa do Mundo da Rússia, durante uma coletiva de imprensa nesta terça-feira em Sochi.

o ex-goleiro do Internacional, que brilhou na última temporada defendendo o gol da equipe romana, foi o primeiro jogador a falar com a imprensa na cidade-base da Seleção na Rússia. E, claro, foi questionado sobre os boatos de que trocará de clube após a Copa do Mundo.

"Vocês estão ansiosos também, né?", brincou Alisson, antes de falar sério: "Nesse momento não chegou nada oficial. Meu foco está aqui, tenho contrato com a Roma. Estou muito feliz no futebol italiano, principalmente feliz em estar representando a Seleção, vivendo um sonho de infância e trabalhando bem forte para conquistar essa Copa".

As boas atuações pela Roma e na Seleção fazem de Alisson um dos candidatos a ser escolhido melhor goleiro da Copa do Mundo. Um prêmio que o gaúcho não nega cobiçar.

"A gente sempre pensa em objetivos individuais", declarou o goleiro, mas com um porém: "Que esses objetivos sejam para o Brasil sair campeão. Se for para o time sair campeão, sim, eu quero".

- Calor de Sochi -

A seleção brasileira chegou em Sochi no domingo e, depois de um dia de folga aproveitado no resort de luxo à beira do Mar Negro onde está hospedada, teve a oportunidade de um primeiro contato com a população local nesta terça-feira, em um treino aberto que contou com quase 5 mil espectadores.

Para Alisson, a primeira impressão das condições oferecidas por Sochi foram muito positivas.

"A beleza da cidade, da praia. Almoço com vista para o mar, algo a mais que estamos tendo. Sobre o campo, é muito bom, tem totais condições para nos prepararmos da melhor maneira. Vamos esperar conhecer um pouquinho mais da cidade também", analisou o goleiro, que também comemorou a aproximação com a torcida.

"Hoje era um dia de treino aberto, a gente também gosta de sentir o carinho do torcedor, de poder retribuir esse carinho", explicou.

O Brasil iniciará a campanha na Copa do Mundo da Rússia no próximo domingo em Rostov-on-Don, onde enfrentará a Suíça, um adversário que Alisson não escondeu ter estudado a fundo.

"Eles têm, por sua própria característica, uma equipe muito bem postada defensivamente, assim como nós temos característica de criatividade, de futebol bonito. Vamos ter que trabalhar (...) tentando do nosso jeito encontrar espaços", analisou o goleiro, que vê a seleção pronta para buscar o Hexa.

"Hoje, a gente tem um modo muito claro de jogar. Um jogo que começa desde o tiro de meta, desde meu primeiro toque na bola. Também somos um time muito consistente lá atrás, taticamente bem postados. Depois, temos nossa arma principal que é a criatividade. Quando precisamos da qualidade, da técnica, Neymar, Coutinho, Jesus, Willian fazem a diferença", concluiu.

Após o duelo contra os suíços, o Brasil enfrentará a Costa Rica, no dia 22 em São Petersburgo. No dia 27, encerra sua participação no Grupo E da Copa contra a Sérvia, em Moscou.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca