Blumenau leva virada, mas consegue um empate no último minuto no Sesi - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Futebol catarinense14/07/2018 | 18h33Atualizada em 14/07/2018 | 18h33

Blumenau leva virada, mas consegue um empate no último minuto no Sesi

Atacante Negreiros de pênalti garantiu o primeiro ponto da equipe no returno da Série B do Catarinense

Blumenau leva virada, mas consegue um empate no último minuto no Sesi Adriano Lins/Jornal de Santa Catarina
Foto: Adriano Lins / Jornal de Santa Catarina

Com um jogador a menos e gol de pênalti no último minuto da partida, o Blumenau Esporte Clube empatou em casa por 2 a 2, contra o Guarani de Palhoça, na tarde deste sábado, no Estádio do Sesi, em Blumenau. Com o resultado, a equipe anotou o primeiro ponto no returno da Série B do Catarinense.

O primeiro tempo começou com as duas equipes sem muita criatividade, a partida em parte era disputada no meio de campo, na destruição de jogadas. O time visitante buscava mais o gol, mas sem muito êxito. Somente aos 30 minutos, em grande jogada individual, quase que Breno abriu o placar.

O Blumenau que estava um pouco perdido na partida reagiu, e após uma ação ofensiva do Guarani, a equipe da casa conseguiu armar um contra-ataque com Ruhan, que com um belo passe deixou o atacante Juninho na cara do gol, ele chutou cruzado, sem chances para o goleiro do time de Palhoça.

Após o gol, o Blumenau começou a tocar mais a bola e buscou usar o contra-ataque. Mas o time da casa foi castigado no último lance do primeiro tempo. Após um lance de falta no meio de campo, que o juiz não marcou, a bola sobrou para Rodrigo, que acertou um chute forte no canto direito do goleiro Wesley. Os jogadores do Blumenau reclamaram muito da arbitragem, o meia Rafael que sofreu a falta saiu inclusive de maca e o primeiro acabou em igualdade no placar.

O segundo tempo voltou, mas o Rafael que saiu no final da primeira etapa não. O time de Palhoça, assim como no início da partida começou melhor e arriscando mais ações ofensivas, a proposta do Blumenau continuou sendo o contra-ataque. E foi numa dessas tentativas de contra-ataque aos cinco minutos, saiu o gol da virada do Guarani e mais uma vez com Rodrig, após erro na saída de bola do time da casa. O lateral acertou um chute do meio da rua, que o goleiro Wesley aceitou.

O Blumenau sentiu o gol, mas tentava na base da vontade criar alguma oportunidade de marcar. O Guarani com a vantagem no placar começou a segurar o resultado, mesmo com apenas 20 minutos jogados e apostava nos erros do time da casa para chegar ao gol adversário, e conseguiu por várias vezes oportunidades de ampliar, mas parava no goleiro Wesley ou na falta de pontaria dos atacantes.

A situação do Blumenau ficou ainda pior depois da expulsão do lateral esquerdo Ramon, com apenas cinco minutos para o fim da partida. Mas antes do apito final, Carioca foi empurrado dentro da área e o juiz anotou a penalidade. Negreiros bateu no canto superior esquerdo e comemorou o gol, que evitou a segunda derrota no returno da Série B do Catarinense. 

Para o técnico Viton, do Blumenau, a equipe ainda está em formação e neste sábado foram seis jogadores que estrearam, mas segundo avaliação do técnico os atletas corresponderam.

- O desempenho deve melhor, precisamos descansar e conversar bastante, além de trabalhar taticamente, pra organizar o time em busca do resultado positivo nas próximas partidas e sair desta incômoda situação – afirma o técnico do Blumenau Esporte Clube.

O equipe volta a campo na próxima quarta-feira, às 20h30min no Estádio do Sesi contra o Juventus, que venceu neste sábado o Metropolitano, em Jaraguá do Sul.

 
Jornal de Santa Catarina
Busca