Em meio à crise, JEC busca vitória para respirar na Série C - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Futebol20/07/2018 | 18h08Atualizada em 20/07/2018 | 18h08

Em meio à crise, JEC busca vitória para respirar na Série C

Tricolor terá o comando de Pedrinho Maradona, técnico do sub-20 que ganhou a confiança da diretoria após a saída de Márcio Fernandes

Em meio à crise, JEC busca vitória para respirar na Série C Beto Lima/JEC,Divulgação
Foto: Beto Lima / JEC,Divulgação

Basta digitar as palavras "crise" e "oportunidade" para você encontrar na internet uma série de artigos que explicam "como fazer de um momento ruim uma chance de crescer na vida". Os clichês de autoajuda de alguma maneira servem para explicar o momento do Joinville. Diante do turbilhão de más notícias que vive o Tricolor, será Pedrinho Maradona, ex-técnico do sub-20, ele o encarregado de tirar o JEC da lama da Série C. Uma chance de ouro, porém no pior momento do clube. Sem poder escolher o momento ideal para estreia, Pedrinho terá de mostrar trabalho já neste domingo, contra o Botafogo-SP, às 15h30, na Arena. 

No momento, o Tricolor é o lanterna da chave com apenas dez pontos em 14 partidas. Num cálculo seguro, a equipe catarinense precisa buscar mais dez pontos nas próximas quatro rodadas. Ou seja, não pode perder até a reta final do campeonato. A missão é complicadíssima, mas o treinador considera a chance como "algo de ouro" em sua carreira. 

— Para mim, é a melhor oportunidade da vida como treinador — afirmou, em entrevista coletiva nesta sexta-feira. 

Pedrinho ainda afirmou que espera repetir o sucesso de outros interinos que brilharam pelo Brasil

 — Vejo que houve mudança grande no futebol brasileiro com o crescimento destes interinos. Até acho que havia um erro aqui porque o JEC não tinha um interino. Todos tem que ter esses profissionais porque, se não assumirem o cargo, pelo menos podem compartilhar o conhecimento com o próximo profissional — avaliou.

Sem tempo para grandes mudanças técnicas e táticas - o trabalho do ex-comandante da base começou na terça-feira -, Pedrinho aposta que a chave da virada para o Joinville está na cabeça dos jogadores. Na opinião do técnico, não há significativas diferenças de qualidade entre o JEC e os outros times da chave. 

 - Detectamos que nosso principal problema é quando sofremos gol. Os atletas se abatem muito eles, precisam suportar melhor essa situação. Com uma postura defensiva melhor, podemos levar o jogo num empate para ter o equilíbrio para buscar a vitória ou segurar um resultado favorável para nós. 

Com os treinos fechados na manhã de sexta e de sábado, Pedrinho deu poucas pistas em relação à equipe que estará em campo. No entanto, é muito provável que ele mantenha boa parte da base utilizada pelo antecessor, Márcio Fernandes. Maradona só não poderá contar com o zagueiro André Baumer, o lateral Eduardo e o volante Eduardo Person, lesionados. 

Promoção nos ingressos

O Joinville informou nesta sexta-feira que há uma promoção extra para os torcedores no domingo. Quem comprar ingresso, poderá levar um acompanhante (não é preciso retirar o ingresso adicional, basta passar na catraca). Para os sócios, há a possibilidade de levar dois acompanhantes de forma gratuita. O clube faz o que pode para tentar atrair os tricolores para a decisão de domingo, na Arena Joinville. 

Os ingressos da arquibancada coberta custam R$ 20. As cadeiras de nível 1 saem por R$ 30 e as cadeiras de nível 2 tem o valor de R$ 40. Como é possível levar um acompanhante em qualquer setor, o valor praticamente fica pela metade. O Joinville ainda comunicou que o torcedor que realizar compras nas lojas até o valor de R$ 50 ganhará um ingresso para a arquibancada descoberta. Se o valor gasto for de R$ 100, o ingresso será do setor da coberta.

Ficha técnica
Joinville x Botafogo-SP

Joinville: Matheus; Michel Schmöller, Gualberto, André Baumer e Alex Ruan; Tiago Ulisses, Kadu, Breno, Zotti e Jean Lucas; Rafael Grampola.
Técnico: Pedrinho Maradona.

Botafogo-SP: Tiago Cardoso; Marcos Martins, Carlos Henrique, Plínio e Peri; Matheus Jussa, Yuri e Everton Santos; Felipe Augusto, Caio Dantas e Pimentinha.
Técnico: Léo Condé

Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA) auxiliado por Carlos Eduardo Bregalda Gussen (BA) e Edevan de Oliveira Pereira (BA).
Data: 22/7/2018.
Horário: 15h30.
Local: Arena Joinville.

 
Jornal de Santa Catarina
Busca