Criciúma aposta na força defensiva para o returno - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Casa em ordem08/08/2018 | 18h20Atualizada em 08/08/2018 | 18h20

Criciúma aposta na força defensiva para o returno

Tigre não sofre gol algum há três jogos

Criciúma aposta na força defensiva para o returno Guilherme Hahn/Especial
Jean Mangabeira não se preocupa em levar cartões se for para barrar as jogadas do time adversário Foto: Guilherme Hahn / Especial
Renan Medeiros

A Série B é um campeonato de defesa. Essa é a frase preferida do técnico do Criciúma, Mazola Júnior, desde que chegou ao clube. O comandante repete o mantra aos jogadores e aos jornalistas sempre que tem a oportunidade. Colocada em campo, a filosofia fez o Criciúma ter a segunda melhor defesa da competição desde a chegada do treinador.  A média de gols sofridos por partida caiu de 2 para menos de 0,8. Esta é a aposta do Criciúma para fazer um returno melhor do que o turno.

— Mérito do sistema defensivo e também do Mazola. Ele posicionou bem o time. Independente de quem joga, o time está bem compacto. O Mazola trabalha muito o sistema defensivo. São três jogos sem tomar gol e esse é o ponto positivo da nossa equipe. Consequentemente, sempre vamos achar um gol lá na frente — analisa o volante Jean Mangabeira, um dos jogadores que subiram de produção nesse novo momento do Tigre.

Atleta que costuma ganhar cartão amarelo em quase todos os jogos em que atua, Mangabeira não se diz preocupado com esse aspecto. Segundo ele, a prioridade será sempre fazer o que for preciso para que o time adversário não crie jogadas.

— Eu nem penso nisso. Se levar essa preocupação para dentro de campo, vou comprometer a parte defensiva do nosso time, que está muito bem. Tudo pelo Criciúma. Se precisar ficar suspenso, eu vou ficar.  Tem outros atletas que também são capazes de fazer bem a minha função — declara.

O próximo adversário é o Atlético Goianiense, quarto colocado. Na estreia tricolor na Série B, contra a mesma equipe, erros individuais na defesa custaram pontos na casa do Dragão. Para "vingar" o Atlético, a ordem no Criciúma é manter o ritmo dos jogos anteriores.

— Temos que manter o que já viemos fazendo. Organizar bem o sistema defensivo e pensar primeiro em não tomar gol, porque uma hora ou outra a gente vai fazer . É mostrar raça e vontade diante da nossa torcida carvoeira — projeta Mangabeira.

O duelo contra o time goiano será às 16h30min desse sábado (11), no Estádio Heriberto Hülse.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Criciúma

 
Jornal de Santa Catarina
Busca