JEC começa a receber primeiros reforços para a Copa Santa Catarina - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Futebol29/08/2018 | 15h06Atualizada em 29/08/2018 | 15h06

JEC começa a receber primeiros reforços para a Copa Santa Catarina

Goleiro Ricardo Vilar e lateral/volante Itaqui são as novas caras da equipe de Wagner Lopes

JEC começa a receber primeiros reforços para a Copa Santa Catarina Augusto Ittner/Agência RBS
Goleiro Ricardo Vilar (E) já atuou pelo Metropolitano em Santa Catarina Foto: Augusto Ittner / Agência RBS

O JEC começou a receber os atletas que farão parte do elenco para a disputa da Copa Santa Catarina. O primeiro deles é o goleiro Ricardo Vilar, 33 anos, que disputou a Série C deste ano pelo Tupi. Vilar já teve passagem pelo Metropolitano e rodou em clubes como Caxias-RS, São Paulo-RS, Campinense-PB, Rio Branco-AC e Ipatinga-MG

Nesta temporada, entrou em campo em 32 ocasiões pelo Tupi. Na tarde de terça-feira, Ricardo Vilar fez exames médicos no Joinville. Se tudo der certo, será apresentado nesta quinta-feira. Com ele, Matheus e Dalberson, o JEC deve fechar o ciclo para goleiros.

Outra a novidade é Itaqui, ex-Luverdense. O lateral/volante, de 28 anos, atuou em 15 partidas da equipe mato-grossense e chegou a marcar três gols. Itaqui também jogou pelo Avenida-RS. O atleta deve se apresentar nesta quarta ao JEC e ser oficializado na próxima semana.

Um dos critérios estabelecidos pelo comitê de futebol (e reforçado pelo gerente Agnello Gonçalves na semana passada) era a minutagem dos novos contratados – tempo em que atuaram nas últimas temporadas. Por aí, é possível entender as escolhas de Ricardo Vilar e Itaqui. Ricardo Vilar foi titular em todas as 32 partidas do Tupi – sem ser substituído. 

Apesar do rebaixamento do seu clube à Série D, apareceu bem na disputa de pênaltis das quartas de final do Campeonato Mineiro, quando defendeu uma das cobranças e ajudou o Tupi a superar o Tombense.

No caso de Itaqui, a lógica da minutagem também serve. Em 11 das 15 partidas pelo Luverdense, atuou durante 90 minutos (foi substituído em três ocasiões e, em outra, veio do banco). Pelo Avenida-RS, foram 14 partidas sendo que em 12 ele jogou durante os 90 minutos – e esteve com sua equipe nas semifinais do Campeonato Gaúcho, sendo eliminado apenas pelo Grêmio. Pelo menos, são atletas que chegarão prontos para jogar no Tricolor.
 

 
Jornal de Santa Catarina
Busca