Neymar retorna e Tuchel passa em primeiro teste no PSG - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Shenzhen04/08/2018 | 13h28

Neymar retorna e Tuchel passa em primeiro teste no PSG

AFP
AFP

O Paris Saint-Germain conquistou seu oitavo título da Supercopa Francesa, neste sábado em Shenzhen, na China, depois de golear o Monaco por 4 a 0 em partida que contou com o retorno do craque brasileiro Neymar ao time francês.

Liderando um time que não podia contar com vários de seus titulares, o argentino Angel Di Maria fez dois gols na partida, abrindo o placar aos 33 minutos da primeira etapa e fechando a goleada nos acréscimos do segundo tempo, aos 48.

Christopher Nkunku (39, 1º tempo) e Timothy Weah (22, 2º tempo) completaram o placar. Nos dois lances, o lateral esquerdo Stanley Nsoki fez boas jogadas e deixou os atacantes em excelentes condições para empurrar para as redes.

Neymar entrou aos 30 minutos da segunda etapa e assistiu de dentro do campo a excelente jogada de Adrien Rabiot, que puxou o contra-ataque para deixar Di Maria cara a cara com o goleiro para definir o placar.

Apesar das condições de jogo serem difíceis, pelo estado do gramado e pela alta umidade, que obrigou o árbitro a fazer uma pausa de hidratação em cada etapa, a decepcionante formação da equipe do Principado não será desculpas para a goleada.

O alemão Thomas Tuchel foi ousado em sua estreia oficial e passou no primeiro teste, deixando as estrelas no banco para dar oportunidade a jovens que sofreram 10 gols durante os três jogos preparatórios mas demonstraram força na decisão da Supercopa.

- Neymar leva estádio à loucura -

Para satisfazer o entusiasmo dos 45.000 torcedores chineses no estádio, os jogadores do PSG utilizaram camisetas com seus nomes escritos em mandarim.

Vítima de uma fratura no pé direito em fevereiro, Neymar se recuperou a tempo de disputar a Copa do Mundo com o Brasil, mas ainda não tinha disputado nenhuma partida com a camisa do PSG desde a lesão.

Neymar começou a partida no banco de reservas e entrou no lugar do italiano Marco Verratti, quando sua equipe já vencia por 3 a 0. No dia anterior, o técnico alemão Thomas Tuchel advertiu que não queria "tomar o menor risco" com o atleta, que voltou aos treinos na quinta-feira depois das férias após o final do mundial russo. Mas o brasileiro entrou em campo e animava o estádio quando pegava na bola.

Como é tradição nas comemorações de troféus, os jogadores do PSG deram um banho de champagne em Tuchel ao final do jogo, enquanto o treinador participava de coletiva de imprensa.

O treinador alemão, que tomou o microfone para cantar diante de seus animados jogadores, afirmou ao canal BeIN Sports ao final do jogo que está "muito feliz porque fizemos um bom jogo, muito ofensivo apesar do calor. Trabalhamos como equipe. Evidentemente restam coisas para trabalhar, como a distância entre o bloqueio defensivo e ofensivo, mas os jogadores acabaram de chegar. É um bom início".

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca