Fluminense vence Deportivo Cuenca e encaminha vaga na Sul-americana - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Quito20/09/2018 | 21h35

Fluminense vence Deportivo Cuenca e encaminha vaga na Sul-americana

AFP
AFP

O Fluminense abriu excelente vantagem nas oitavas de final da Copa Sul-americana, nesta quinta-feira, depois de vencer o Deportivo Cuenca por 2 a 0 fora de casa no jogo de ida da competição.

Everaldo e Luciano fizeram os gols dos cariocas, que superaram a altitude de 2850 metros de Quito para encaminhar a classificação tricolor. A partida de volta vai ser no dia 4 de outubro, no Maracanã, e o Flu pode até perder por um gol de diferença para avançar.

Os brasileiros controlaram o jogo no primeiro tempo e abriram o placar com Everaldo, aos 22 minutos.

Na volta do intervalo, os equatorianos fizeram uma blitz e criaram várias chances de empatar. O time da casa teve um gol mal anulado, carimbou a trave e parou nas defesas de Júlio César.

Depois da pressão, o Fluminense conseguiu se recuperar e ampliar a vantagem com Luciano, aos 38 minutos, depois de excelente jogada individual de Ayrton Lucas.

Com a vantagem dos dois gols marcados fora de casa, o Fluminense dá um grande passo para se classificar às quartas de final da competição.

- Gols fora de casa -

Os primeiros 15 minutos de jogo do Flu foram de adaptação à altitude, segurando a pressão inicial do time equatoriano e errando muitos passes quando ficava com a bola no pé.

O time carioca estava muito cauteloso para ir ao ataque e demorou para criar chances de gol. Na primeira vez que conseguiu se organizar na frente, aos 22 minutos, o gol saiu.

Sornoza achou espaço e tocou para Luciano no meio de campo. O atacante dominou e fez bonita enfiada nas costas dos zagueiros para Everaldo, que invadiu a área e bateu com o pé direito para abrir o placar.

O gol ajudou o Fluminense a crescer no jogo, enquanto o Cuenca sentiu o baque. O time brasileiro passou a frequentar mais o campo ofensivo e chegou com perigo com chutes de longa distância.

Primeiro, Sornoza arriscou pancada pelo lado direito e parou na defesa atrapalhada do goleiro, aos 25 minutos. Na sequência, aos 29, Everaldo apareceu bem pelo lado esquerdo e mandou com efeito para carimbar o travessão de Heras.

- Pressão equatoriana -

O Flu administrou o placar e terminou a primeira etapa com a vantagem. Na volta do intervalo, no entanto, o Cuenca aproveitou o relaxamento do time carioca e fez uma blitz nos visitantes.

Logo no primeiro minuto, Pita recebeu lançamento nas costas da zaga e cruzou. A bola desviou em Gum e morreu no fundo das redes, mas o lance foi anulado por impedimento do atacante, que estava em posição legal.

No lance seguinte, Rodríguez recebeu cruzamento na área e cabeceou forte, acertando a trave esquerda do arqueiro. Aos 9, Júlio César apareceu para evitar o empate fazendo defesa espetacular em desvio de cabeça de Pita.

O Fluminense sofreu, mas conseguiu segurar a pressão e equilibrar a partida a partir dos 25. A melhor chance da equipe veio minutos depois, em nova tentativa de Everaldo, e Ayrton Lucas também esteve perto de ampliar a vantagem aos 29.

O jovem lateral não demostrou sentir a altitude e voltou a aparecer na frente, aos 38. Ayrton assumiu a responsabilidade e partiu para cima da zaga em jogada individual, deixando quatro defensores na saudade para invadir a área. O canhotinho tocou rasteiro para o meio e deu o gol de presente para Luciano sacramentar a vitória fora de casa.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca