Grêmio vence Tucumán na Argentina na ida das quartas da Libertadores - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Buenos Aires19/09/2018 | 00h30

Grêmio vence Tucumán na Argentina na ida das quartas da Libertadores

AFP
AFP

O Grêmio deu um grande passo rumo às semifinais da Copa Libertadores-2018 ao derrotar por 2 a 0 o Atlético Tucumán na Argentina, nesta terça-feira na partida de ida das quartas de final da competição continental.

No duelo disputado no estádio Monumental José Fierro diante de 35.000 torcedores, o Grêmio, atual campeão da Libertadores, abriu grande vantagem na disputa pela vaga na próxima fase com gols de Alisson (34 minutos), principal nome do jogo, e Everton (55).

Diante de uma equipe gaúcha tecnicamente muito superior, o modesto Atlético Tucumán ainda viu sua missão complicada com a expulsão no primeiro tempo do volante Gervasio Núñez, que recebeu cartão vermelho direto por pisar propositalmente em Alisson, um lance que o árbitro só viu com o uso do VAR.

A partida de volta será disputada em 2 de outubro em Porto Alegre. O vencedor do confronto enfrentará nas semifinais uma equipe argentina, Independiente ou River Plate.

- Grêmio aguenta pressão -

Inflamado pela apaixonada torcida da pequena cidade do norte argentino de mesmo nome, o Tucumán partiu ao ataque desde o apito final para tentar surpreender o atual campeão continental.

Encontrando pela frente uma defesa gaúcha um tanto quanto insegura, a tática argentina só não deu certo porque o Grêmio conta com o paredão Marcelo Grohe. O goleirão gremista defendeu linda cobrança de Núñez e ainda viu dois ataques promissores do adversário serem desperdiçados com chutes para fora, isso tudo nos primeiros 15 minutos de jogo.

Foi o tempo do Tricolor gaúcho reencontrar seu futebol e mostrar quem é o atual dono da taça.

Com Alisson e Everton encontrando espaços pelos lados, Ramiro mais recuado e Cícero jogando mais à frente para ajudar Luan, o time de Renato Gaúcho foi dominando o jogo aos poucos.

Aos 34, Geromel cobrou falta na cabeça de Cícero, que ajeitou para Alisson, vindo de trás, acertar um belo chute de primeira e abrir o placar.

Alisson ainda apareceu no outro lance decisivo do primeiro tempo, a expulsão de Núñez, que agrediu o atacante gremista com um pisão nas costas e recebeu o vermelho direto após o árbitro consultar o VAR.

- Tricolor amplia -

Mesmo com um jogador a menos, o Tucumán sabia que precisava buscar pelo menos o empate para chegar ao jogo de volta com mais chances de classificação. Assim, repetiu no segundo tempo a estratégia da primeira etapa e ensaiou uma pressão.

Mas não deu nem para o gosto. Um inspirado Alisson resolveu o jogo para o Grêmio ao receber em profundidade na direita e cruzar na medida para Everton ampliar o placar logo aos 9 minutos.

Com a ótima vantagem no placar, restou a Renato Gaúcho recuar um pouco o time, para segurar os ataques afobados do rival argentino, que, na base do tudo ou nada, se aproximou mais de tomar o terceiro gol do que diminuir o prejuízo.

Ao som do apito final, só foi possível ouvir a festa da torcida gremista do pequeno estádio de Tucumán, onde o Tricolor gaúcho colocou um pé nas semifinais da Libertadores.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca