Presidente da Federação Alemã critica Ozil por não receber Low - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Berlim28/09/2018 | 16h38

Presidente da Federação Alemã critica Ozil por não receber Low

AFP
AFP

O presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), Reinhard Grindel, criticou nesta sexta-feira o meia Mesut Ozil por ter se recusado a encontrar o técnico Joachim Low na semana passada em Londres.

"Acredito que não é certo rejeitar qualquer comunicação. Me parecia bom que, depois das críticas graves feitas no comunicado, se aceitasse também conversar", disse Grindel.

Ozil anunciou em 22 de julho em duro comunicado que nao defenderia mais a seleção alemã, acusando os dirigentes da DFB de "falta de respeito e racismo", após a grave polêmica criada por uma foto em que o jogador, de origem turca, aparece com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Desde então, Low não conseguiu conversar com o jogador, com quem mantinha uma longa relação profissional. Ozil não respondeu às ligações e mensagens do técnico da Alemanha.

Na semana passada, Low visitou o Arsenal para se encontrar com os jogadores alemães da equipe. Ozil, porém, não participou do encontro e Low não foi autorizado a entrar no local de treinos para conversar com o meia.

Nascido na Alemanha, mas de pais turcos, Ozil foi uma das peças-chave da seleção campeão do mundo em 2014.

Após o encontro com Erdogan, foi alvo de ataques xenófobos, que colocavam em dúvida sua lealdade à Alemanha.

O presidente da DFB reconheceu que a federação deveria ter dado maior apoio a Ozil no momento em que o jogador foi alvo de ataques racistas.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca