"Anti-Barça", Pochettino busca recuperação do Tottenham contra rival - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Londres02/10/2018 | 13h24

"Anti-Barça", Pochettino busca recuperação do Tottenham contra rival

AFP
AFP

O Tottenham precisa de pontos e terá que conquistá-los contra o pior inimigo de Mauricio Pochettino. O técnico argentino se tornou uma lenda do Espanyol e encara o rival Barcelona, na quarta-feira, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Após derrota de virada na visita à Inter de Milão (2-1), os Spurs não podem se permitir uma nova derrota em Wembley. O revés contra a equipe capitaneada por Lionel Messi deixaria o Tottenham distante da briga pela classificação às oitavas de final.

Uma situação perigosa que lembrará Pochettino de seus três anos no comando do Espanyol, quando precisou manter a equipe catalã distante da zona de rebaixamento da LaLiga e tirar leite de pedra por conta das restrições financeiras do clube.

Ex-zagueiro do Espanyol e ídolo da torcida durante nove temporadas, Pochettino mantém distância do Barcelona. O argentino conseguiu vencer o gigante catalão apenas uma vez em nove jogos, com cinco derrotas e três empates nos confrontos.

Mas seu único êxito segue sendo fundamental para Pochettino. Em fevereiro de 2009, o argentino conquistava sua primeira grande vitória como treinador sob as circunstâncias mais incríveis, surpreendendo o Barça de Pep Guardiola em pleno Camp Nou.

- 'Lembrança incrível' -

Foi a primeira vitória do Espanyol no estádio do Barça em 27 anos. Ainda hoje, Pochettino não acredita no próprio feito.

"Não sei como o fizemos. Todo mundo dizia que o Espanyol estava morto e que não tinha nenhuma chance. Foi uma vitória especial e uma lembrança incrível", recorda.

Sua relação particular com o Espanyol e sua torcida, além dos 12 anos vivendo na Catalunha, deram a Pochettino uma rivalidade com o Barcelona. O treinador se posicionou firmemente sobre a possibilidade de um dia comandar o time azul-grená.

"Acho que seria impossível comandar o Barcelona. É emocional. Estou vinculado a Barcelona através do Espanyol", garantiu nesta terça-feira em coletiva de imprensa antes do confronto. "Seria como se Messi jogasse para o Espanyol", acrescentou Pochettino.

Na segunda-feira, o comandante dos Spurs disse em entrevista ao jornal Marca que "voltar à cidade sempre é algo bonito e jogar contra o Barça também. Me motiva ser 'perico'. Vivendo tantos anos em Barcelona, sempre é motivador".

Pochettino, que conquistou vitória impressionante contra o Real Madrid na fase de grupos da última temporada da competição, sabe que o Tottenham pode vencer as maiores equipes.

Para isso, precisará contar com o atacante inglês Harry Kane. O centro-avante fez os dois gols da vitória sobre o Huddersfield (2-0) e parece que já digeriu a Copa do Mundo, após início ruim de temporada. Com Kane em forma, tudo é possível.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca