City vence Hoffenheim de virada e se recupera na Champions - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Hoffenheim02/10/2018 | 16h09

City vence Hoffenheim de virada e se recupera na Champions

AFP
AFP

Pressionado pela derrota na estreia na competição diante do Lyon (2-1), o Manchester City recolocou sua campanha na Liga dos Campeões nos trilhos ao vencer por 2 a 1 o Hoffenheim na Alemanha, nesta terça-feira pela segunda rodada do Grupo F.

Apesar de toda sua superioridade técnica, o City viu o bem treinado time alemão abrir o placar logo no primeiro minuto de jogo com o argelino Ishak Belfodil, mas conseguiu virar a partida com gols do argentino Sergio Aguero (8) e do espanhol David Silva (88).

Com o resultado, o City consegue se recuperar da dura derrota em casa na estreia da Champions para o Lyon e empata provisoriamente na liderança do grupo F com o clube francês. O algoz na estreia entra em campo ainda nesta terça-feira para enfrentar o Shakhtar Donetsk, que na primeira rodada havia empatado em 2 a 2 com o Hoffenheim.

Na próxima rodada, no dia 23 de outubro, os Citizens viajarão à Ucrânia para encarar o Shakhtar. No mesmo dia Hoffenheim e Lyon medem forças na Alemanha.

- Hoffenheim sai na frente -

Surpreendido pelo Lyon na estreia, o City de Guardiola sabia que não tinha outra opção a não ser buscar a vitória contra o Hoffenheim na Alemanha para se recolocar na briga pela classificação às oitavas de final da Champions.

O problema é que não deu nem tempo do City se acomodar em campo. Com um minuto, já perdia por 1 a 0.

No primeiro ataque da partida, o Hoffenheim encontrou espaço no setor defensivo do City, que tentou fazer uma linha de impedimento para deixar Belfodil em posição irregular. Não deu certo e o atacante ficou cara a cara com Ederson, chutando na saída do goleiro brasileiro para abrir o placar.

Mas, ao contrário do que havia acontecido contra o Lyon, quando tomou o gol de abertura do palcar e sentiu o golpe, o City desta vez não tardou em dar uma resposta.

Aos 8 minutos, David Silva se livrou da marcação no meio de campo e lançou em profundidade Leroy Sané. O alemão invadiu a área do Hoffenheim e tocou rasteiro para Sergio Aguero marcar.

Com tudo igual no placar, os comandados de Guardiola conseguiram impor sua superioridade técnica para dominar a posse de bola, mas pecaram nas finalizações. Assim, Aguero, muito acionado, mandou para fora dois chutes perigosos (22 e 41 minutos). O brasileiro Gabriel Jesus ficou no banco.

Do outro lado, os alemães não se contentavam em sentar no resultado e esperar o fim do jogo.

Como é característica da equipe do jovem técnico Julian Nagelsmann, de 31 anos, o Hoffenheim apertava a saída de bola do City com vários jogadores e, após erro de passe de Laporte, Belfodil teve a chance de marcar o segundo gol, mas o chute foi defendido por Ederson (43).

- David Silva salva City -

Na volta do intervalo, a partida manteve o panorama do primeiro tempo: o City com a bola e rodeando a área alemã, enquanto o Hoffenheim subia a marcação quando possível, dificultando a criação de jogadas inglesas.

Nesse cenário, o segundo tempo foi de poucas chances criadas de ambos os lados, com o lance de maior emoção acontecendo numa displicência de Ederson, que saiu do gol para tentar afastar um promissor contra-ataque do Hoffenheim, mas furou a bola. Sané apareceu na cobertura para salvar o goleiro da seleção brasileira (13).

Quando tudo indicava que o favorito City teria que se contentar com um magro pontinho, David Silva apareceu para recolocar o time inglês nos trilhos na Champions.

A dois minutos do fim do tempo regulamentar, Bernardo Silva recebeu na ponta esquerda e cruzou de maneira despretensiosa para a área do Hoffenheim, onde Posch achava que poderia dominar a bola com segurança para sair jogando. Mas David Silva apareceu em velocidade para roubar a bola e chutar com categoria, dando a vitória aos Citizens.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca