Falta de gols do Real Madrid dispara alertas e nostalgia por CR7 - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Madri03/10/2018 | 12h04

Falta de gols do Real Madrid dispara alertas e nostalgia por CR7

AFP
AFP

A derrota do Real Madrid para o CSKA de Moscou (1-0) na terça-feira repercutiu no time merengue, que chegou ao terceiro jogo sem balançar as redes e fez muitos torcedores sentirem saudades do astro português Cristiano Ronaldo.

"Moscou despertou a nostalgia por Cristiano", destaca em sua coluna desta quarta-feira o diretor do diário AS, Alfredo Relaño, enquanto o jornal catalão Sport inicia sua crônica com "Volta Cristiano!".

"Apesar do resultado ser um contra-tempo ruim, ninguém pensa que a classificação está ameaçada. Mas isto, claro, desperta com força a nostalgia pelo 'Ausente'", acrescentou Relaño.

Ronaldo é o maior artilheiro da história da competição com 120 gols, sendo o líder do quesito em quatro das últimas cinco edições.

Em Moscou, os merengues saíram em desvantagem com gol de Nikola Vlasic aos dois minutos do primeiro tempo, após grave erro do alemão Toni Kroos. A partir daí, dominaram o jogo mas pararam na bem armada defesa russa e na trave do arqueiro Igor Ainfeev em três oportunidades.

"Cristiano deixou o sarrafo muito alto no Real Madrid, não é um segredo", reconheceu o goleiro Keylor Navas após a partida.

O Real Madrid chegou ao terceiro jogo seguido sem estufar as redes, algo que não acontecia desde 2007. Desde a saída de Cristiano, Lopetegui apostou em um jogo mais coletivo que se traduziu em uma superioridade na posse de bola contra o CSKA, mas sem efetividade nos últimos metros do campo.

"Nos faltou marcar nas inúmeras ocasiões que criamos, esse ponto de sorte", lamentou-se Lopetegui.

Apesar dos desfalques de Bale, Isco, Marcelo e Ramos, o treinador também optou por deixar Luka Modric no banco de reservas. A entrada do camisa 10, recente vencedor do prêmio "The Best Fifa", só serviu para dar alguns passes não aproveitados pelos companheiros.

"Quando em três jogos seguidos você não faz gol, é um pouco preocupante. Mas estou certo que vamos encontrar uma saída para essa situação", disse Modric após o confronto.

A falta de gol não só impediu o Real Madrid de continuar liderando o grupo G, como fez o time merengue desperdiçar os tropeços do Barcelona para assumir a ponta do Campeonato Espanhol. Quando o time catalão deixou pontos escaparem, os comandados de Lopetegui perderam para o Sevilla (3-0) e empataram sem gols no dérbi contra o Atlético de Madrid.

"Da nossa parte, o que temos que tentar é continuar gerando o máximo de ocasiões de gols possível. O time, não tenho dúvida, voltará a marcar e se reencontrará com a vitória", garantiu Lopetegui.

O treinador, que chegou ao comando da equipe após deixar a seleção da Espanha de maneira traumática, não parece estar em perigo imediato. No entanto, não pode se descuidar e precisa mirar o duelo de sábado contra o Alavés.

* AFP

 
Jornal de Santa Catarina
Busca