Sem chance de acesso, Figueirense deve começar a pensar em 2019, diz Micale - Esportes - Santa

Versão mobile

 

Série B20/10/2018 | 16h10Atualizada em 20/10/2018 | 16h10

Sem chance de acesso, Figueirense deve começar a pensar em 2019, diz Micale

Derrota para a Ponte Preta praticamente sepulta chances da equipe subir

Sem chance de acesso, Figueirense deve começar a pensar em 2019, diz Micale Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O Figueirense deu adeus à luta pelo acesso à elite do futebol nacional ao perder por 2 a 1 para a Ponte Preta na noite de sexta-feira. Com 41 pontos e com seis partidas por disputar, por mais que vença todos os jogos até o final da Série B do Campeonato Brasileiro a possibilidade de subir é muito difícil. Por isso o técnico Rogério Micale aponta que a reta final da competição deve servir para direcionar o trabalho para o ano que vem.

— Temos uma situação de buscar uma pontuação e já com perspectiva de planejamento para o ano seguinte e nada melhor que em jogo para a gente ver quem é quem. Saímos extremamente tristes por dar o adeus, a expectativa era muito grande desde o início da temporada, é lógico que quando você matematicamente não tem mais possibilidades, o abatimento vem. Mas vamos nos reerguer, temos um clássico em casa, buscar a primeira vitória para também acabar com isso, e vamos ver, terminar de uma forma melhor essa competição — disse o treinador.

O revés no Moisés Lucarelli representou a oitava partida seguida do time alvinegro sem vitória na Série B. O Figueirense sofreu o gol com apenas 10 minutos de partida, outro no começo do segundo tempo e chegou a reagir, com o tento do desconto. No entanto, não passou disso. Por isso, o treinador refaz o planejamento: a ideia é buscar pontuação para garantir não passar por risco de rebaixamento.

— Fizemos até um bom segundo tempo, tomamos um gol que previmos, era o forte deles, um gol em transição, aí nos deixa chateado, pois trabalhamos e erramos. Tentamos tomar as rédeas do jogo, foi um jogo aberto, as duas equipes tiveram chances, mas pecamos. Nosso emocional está batendo, é uma verdade, a gente sente, vemos que os jogadores da Ponte estão mais confiantes com essa sequência de vitórias. Esperávamos isso pra gente, ganhar para poder reagir e equilibrar. Vamos continuar trabalhando, temos mais seis jogos, é erguer a cabeça e alcançar a pontuação que nos assegura e livrar de qualquer fantasma — descreveu o comandante do Figueira.

O próximo jogo do Figueirense será no Orlando Scarpelli, em duelo local. O Criciúma é o adversário do duelo marcado para as 16h30min de sábado, pela 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Veja mais notícias do Figueirense
Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018

 
Jornal de Santa Catarina
Busca