"Esta dor eu conheço. Nem tudo o tempo cura, nem toda lacuna é preenchida" - Duplicação BR-470 - Santa

Versão mobile

Depoimento14/04/2014 | 08h07

"Esta dor eu conheço. Nem tudo o tempo cura, nem toda lacuna é preenchida"

Colunista Valther Ostermann relata a dor de perder um irmão na BR-470

Valther Ostermann

valther@santa.com.br

"Esta dor eu conheço. Nem tudo o tempo cura, nem toda lacuna é preenchida. Sou o primogênito de quatro irmãos, três rapazes e uma menina. No dia 12 de agosto do ano da desgraça de 2003, uma semana depois de completar 49 anos, Luiz Antônio, o irmão que veio depois de mim, se foi. Ele, o mais dedicado à nossa mãe, o mais carinhoso, o que se preocupava mais com o bem estar de todos, como se fosse o patriarca da família, o que de certa forma era.

A dor é imensa porque dói em todos, e a dor de todos nos soterra, nos maltrata. Como levar a má notícia à nossa mãe? Como consolar se nem para nós tínhamos consolo?
O tempo dá algum alívio apenas pela distância do fato, mas não cura. Não há cura para a ausência, nem para saudade, que é suavizada, no caso, apenas pela presença de seus dois filhos, Diego e Isadora, sobrinhos tão queridos.

Luiz Antônio morreu em acidente automobilístico na BR-470, a rodovia duplicada apenas nas eternas promessas eleitorais."

Nesta sexta-feira o número de pessoas mortas no trecho do Vale do Itajaí na BR-470 ultrapassou as 1,5 mil, contadas desde 2000. Para que além do número, as vítimas da BR-470 sejam lembradas pelas histórias, o Jornal de Santa Catarina lança um mural para relembrar cada uma das pessoas que tiveram as vidas interrompidas na rodovia. Conheça a ferramenta e envie a sua história para o Santa: 

JORNAL DE SANTA CATARINA

Notícias Relacionadas

Depoimento 12/04/2014 | 11h52

Testemunha do acidente de sexta-feira na BR-470, colunista e escritor Viegas Fernandes da Costa conta como foi a tragédia

"Os gritos terríveis de um homem morrendo queimado deveriam nos retirar desta letargia diante da guerra civil nas estradas"

Duplicação  11/04/2014 | 21h56

Jornal de Santa Catarina lança mural para contar quem são as vítimas da BR-470

Leitores podem colaborar enviando histórias de amigos e familiares que morreram na rodovia

Tragédia 11/04/2014 | 21h10

Número de vítimas fatais da BR-470 ultrapassa 1,5 mil

Acidente com quatro veículos deixa mais três mortos na BR-470, em Gaspar. Número de vidas perdidas na rodovia já chega a pelo menos 1.503 desde o ano 2000

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPesquisa mostra caminhos para o trânsito de Blumenau https://t.co/XavCe4cQ4Q #LeiaNoSantahá 11 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaRegistro de doadores de medula óssea diminui em Santa Catarina https://t.co/Et1DnG5byn #LeiaNoSantahá 55 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca