Inauguração do Centro de Prevenção e Recuperação de Animais Domésticos é adiada pela quinta vez em Blumenau - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Promessa17/07/2014 | 21h02

Inauguração do Centro de Prevenção e Recuperação de Animais Domésticos é adiada pela quinta vez em Blumenau

Obras no terreno de 1,8 metros quadrados já duram oito anos

Inauguração do Centro de Prevenção e Recuperação de Animais Domésticos é adiada pela quinta vez em Blumenau Gilmar de Souza/Agencia RBS
Se tudo ocorrer como o esperado, o Cepread deve começar a funcionar no fim de julho Foto: Gilmar de Souza / Agencia RBS
Oito anos depois do primeiro prazo, o Centro de Prevenção e Recuperação de Animais Domésticos (Cepread), em Blumenau, já mudou de nome duas vezes e teve a inauguração adiada cinco vezes. O último prazo era para junho deste ano, mas obras de saneamento básico e um erro no projeto da iluminação da rua Curt Klein, uma transversal da rua Dr. Pedro Zimmermann, na Itoupava Central, onde fica a sede do centro, prorrogou o início do funcionamento por mais 30 dias.

De acordo com o engenheiro de fiscalização da Secretaria de Serviços Urbanos (Sesur), Elcio Sauer, os cem metros de tubos usados na construção da rede de esgoto do Cepread, cedidos pelo Samae, já foram instalados. Agora, o último passo para conluir a obra é ligar a rede interna do centro à rede coletora do município. Esse trabalho é feito pela Odebrecht Ambiental, antiga Foz do Brasil, e de acordo com diretor do Bem Estar Animal, Eliomar Russi, a obra já foi solicitada e deve ser feita semana que vem.

Além das obras de saneamento, é preciso finalizar a ligação da rede elétrica da rua Curt Klein com a nova construção. 

— A via não possuía postes e, no projeto inicial, o trecho que precisava ser iluminado foi mal calculado e faltavam ser erguidos dois postes em frente ao centro — explica o diretor de iluminação pública e sinalização viária da Sesur, Nilton Spengler. A colocação dos postes foi concluída na tarde de segunda-feira e até a próxima semana a ligação da rede elétrica deve ser finalizada.

De Centro de Zoonoses a Centro de Prevenção e Recuperação

Agora, a expectativa é de que até o fim de julho o Cepread comece a atender os animais de rua. Entre 2006 e 2013, o centro foi chamado de abrigo municipal de animais e Centro de Zoonoses. A nomenclatura equivocada se deu porque em 2006, um convênio entre a Prefeitura de Blumenau e o Governo Federal, através do Ministério da Saúde, declarou o empreendimento com este nome. Em setembro de 2010, esse convênio foi extinto por causa de problemas encontrados no processo e desde então as obras estavam paralisadas.

A retomada dos trabalhos se deu depois que a Prefeitura de Blumenau expediu uma liminar que solucionou o problema com uma faixa de terra localizada no acesso do Cepread. De acordo com Russi, em dezembro de 2013 a Justiça determinou a rescisão e integração de posse do terreno à administração do município, permitindo a conclusão das obras. Sem licitação ou convênios, o centro foi finalizado com verba pública. 

— Até agora o investimento na estrutura do centro já soma R$ 420 mil — revela Russi.

O Cepread vai trabalhar apenas com animais de rua e não deve ser visto como um abrigo, mas como uma casa de passagem, onde o animal chega doente ou machucado e saí em perfeitas condições para ser adotado.

Ao todo nove profissionais vão trabalhar na estrutura que tem 392 metros quadrados de área construída em um espaço de 1,8 metros quadrados. Serão três médicos veterinários, três estagiários, dois motoristas e um auxiliar administrativo. O centro é focado em atender animais de rua e não deve ser visto como um abrigo, mas sim, como uma casa de passagem, onde o animal chega doente ou machucado e saí em perfeitas condições para ser adotado. Russi revela que a entidade vai buscar parcerias com as Organizações não Governamentais (ONG) da cidade para não superlotar as dependências do novo centro: 

— Os animais vão sair saudáveis daqui e a adoção é fundamental para que o nosso trabalho dentro do centro avance. Até o fim deste ano, nossa meta é castrar cerca de mil animais, focando nas fêmeas.

Todos os animais atendidos pelo Cepread serão castrados, vermifugados, vacinados e micro chipados gratuitamente.

>>> Tire suas dúvidas

Meu cachorro foi atropelado. Posso levar ele no Cepread?
- Não. O Cepread é voltado para o atendimento de animais de rua, ou seja, sem dono.

Vi um cachorro ou gato atropelado. Como agir?
- Não mexa no animal ferido. Mover o cachorro ou gato pode machucá-lo ainda mais e, não se sabe como o bicho vai reagir. É comum que o animal ferido fique agressivo, é preciso tomar cuidado. A orientação é ligar para a ouvidoria da Secretaria Municipal de Saúde, pelo telefone 3381-7770. Após o contato, os agentes se dirigem até o local, prestam atendimento ao animal ferido e encaminham ele ao Cepread. Lá além de ser tratado, o cachorro ou gato também será castrado, vermifugado, vacinados e micro chipado. Após a recuperação, o animal fica disponível para adoção.

Não quero mais meu animal de estimação. Posso deixá-lo no Cepread?
- Definitivamente, não. O centro não será um abrigo de cães e gatos, mas sim um local que busca a prevenção e recuperação de animais de rua

>> Entenda o caso

2006
- Outubro
: projeto do Centro de Zoonoses é encaminhado ao Ministério da Saúde e a previsão é de que a obra comece em 2007.

2007
- Julho: por conta do atraso do repasse de verba federal e da entrega de documentos, o início das obras fica para dezembro. 
- Outubro: o projeto havia sido encaminhado em 2006 para o Ministério da Saúde, que solicitou mais informações ao município e obras não começaram.

2008
- Junho: a Vigilância em Saúde de Blumenau espera dar início aos trabalhos do centro no começo de 2009.

2009
- Como o dinheiro não está liberado, prefeitura descarta verba federal.

2010
- Agosto
: projeto do Centro de Zoonoses é adequado para o atendimento exclusivo de cães.

2011
- Junho
: começa a obra do Centro de Zoonoses na Itoupava Central com recursos da prefeitura.
- Novembro: a obra é paralisada por problemas técnicos.

2012
- Outubro: a obra está parada há mais de um ano por falta de alvará de construção, já que a rua onde está sendo erguida estava irregular.

2013
- Novembro: município quer incluir no orçamento da Diretoria de Bem-Estar Animal R$ 350 mil para 2014 para conclusão da obra.
- Dezembro: a Câmara de Vereadores aprova a destinação de recursos para obras.

2014
- Fevereiro: as obras recomeçam nos fundamentos dos três edifícios do Abrigo Municipal de Animais, que vai atender gatos e cachorros.
- Abril: As obras do então Abrigo Municipal de Animais se concentram na colocação de telhas e deve começar a funcionar em junho.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Notícias Relacionadas

Promessa 17/07/2014 | 21h02

Inauguração do Centro de Prevenção e Recuperação de Animais Domésticos é adiada pela quinta vez em Blumenau

Obras no terreno de 1,8 metros quadrados já duram oito anos

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaHomem é preso suspeito de furtar três vezes o mesmo estabelecimento em Blumenau https://t.co/hkQYDLi8pP #LeiaNoSantahá 3 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaMotorista perde o controle e cai em ribanceira na SC-108 em Blumenau https://t.co/WRcC2VoDWe #LeiaNoSantahá 26 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros