Alvos de ataques em Santa Catarina, policiais e agentes prisionais recebem orientações de segurança dos seus comandos - Geral - Jornal de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Atentados em SC03/10/2014 | 07h11Atualizada em 03/10/2014 | 07h34

Alvos de ataques em Santa Catarina, policiais e agentes prisionais recebem orientações de segurança dos seus comandos

Dos total de atentados registrados em Santa Catarina em uma semana, pelo menos 15 tiveram como alvo direto policiais e agentes penitenciários

Alvos de ataques em Santa Catarina, policiais e agentes prisionais recebem orientações de segurança dos seus comandos Gilmar de Souza/Agencia RBS
Casa de policial militar foi atingida por tiros em Gaspar Foto: Gilmar de Souza / Agencia RBS

Além da pressão por resultados nas ruas diante da quarta onda de atentados, os agentes de segurança de Santa Catarina agora vivem sob a massacrante dor de terem suas casas e familiares como alvo de bandidos. Não bastasse o enfrentamento diário com suspeitos, policiais e agentes prisionais tiveram residências e veículos atingidos por incêndios e tiros em pelo menos 15 das mais de 50 ocorrências registradas desde sexta-feira em todo o Estado.

Assim como nas ordens vindas de dentro das unidades prisionais que motivaram os atentados de 2012 e 2013, mais uma vez a orientação do crime organizado para os bandidos inclui ataques aos agentes de segurança como meta.

— O carro é um bem material que podemos recuperar. A vida do meu marido, não. Ele é pago para dar segurança à população. Mas quem vai dar segurança para ele? — desabafou a esposa de um policial que teve o veículo atingido por um incêndio na madrugada desta quinta-feira.

::Motociclistas atiram contra casa de polícia militar no bairro Jardim Atlântico
:: Grande Florianópolis sofre novos ataques na madrugada de quinta-feira
:: Entenda os três principais supostos motivos dos ataques
:: Linha do tempo: entenda os atentados em SC desde 2012

Como na ocorrência deste agente de segurança, na maioria dos casos os familiares dos servidores estavam em casa no momento dos ataques. Felizmente, nenhum deles foi atingido. A mesma sorte, entretanto, não teve Luís Carlos Dal'Agnol, agente prisional aposentado morto a tiros segunda-feira à noite em Criciúma. Em outro ataque cruel aos profissionais de segurança do Estado, em outubro de 2012, a agente penitenciária Deise Alves, esposa do então diretor da Penitenciária de São Pedro de Alcântara, Carlos Alves, foi morta a tiros quando chegava em casa.

A orientação dos comandos das polícias e do sistema prisional é de atenção total. Tanto durante a atuação nas ruas como em casa. Para os agentes prisionais, segundo o diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap), é para que durante o transporte de presos, os gerentes de presídios autorizem o acompanhamento de outras viaturas aos veículos que fazem o transporte de detentos.

— Pedimos a eles desde sexta-feira para que estejam atentos e, no menor risco, não se exponha e chame a Polícia Militar — explicou o diretor do Deap, Leandro Lima.

O delegado-geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro D'Ávila, emitiu três avisos para os policiais civis catarinenses em uma semana:

— Além da segurança à população, também reiteramos para a segurança dos próprios policiais. Não só em suas residências, mas também quando estão desempenhando suas funções — detalhou o delegado, que também lembrou que os policiais civis devem sempre andar armados, mesmo fora de serviço.

Na Polícia Militar (PM), corporação que teve mais profissionais visados nos últimos dias, psicólogos foram colocados à disposição dos policiais que tiveram ataques em suas residências. De acordo com a chefe de comunicação da PM, tenente-coronel Claudete Lehmkuhl, os policiais são orientados a repassar dicas de segurança para seus familiares:

— O policial já é muito imbuído no sentimento de proteger. Passamos a eles orientações no sentido de conversar com os familiares, para estarem em contato diante da primeira observação suspeita.

Confira no mapa os locais onde os ataques aconteceram em SC:


DIÁRIO CATARINENSE

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaCorpo de última vítima de desabamento de prédios no Rio é encontrado pelos bombeiros https://t.co/DMDmdeOrSrhá 1 horaRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaExplosões em igrejas e hotéis de luxo deixam mais de 200 mortos e 450 feridos no Sri Lanka   https://t.co/C0PrT4GTszhá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca