Gás de cozinha é um dos itens que mais sofreu aumentos nos últimos 20 anos - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

Seu bolso12/10/2015 | 09h11

Gás de cozinha é um dos itens que mais sofreu aumentos nos últimos 20 anos

Economista diz que produto tem impacto imediato, pois não tem substituto

Gás de cozinha é um dos itens que mais sofreu aumentos nos últimos 20 anos Rafaela Martins/Agencia RBS
Desde o início do plano real, em 1994, o preço do gás de cozinha subiu 828% Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS
O aumento do preço do gás de cozinha já atinge o orçamento doméstico de famílias e de comércios de Blumenau. E ele é um dos itens que mais sofreu aumentos. De acordo com o professor de economia da Furb Nazareno Schmoeller, o Índice de Variação Geral de Preços (IVGP) de Blumenau cresceu 323% desde o início do plano real, em 1994. Neste mesmo período, o preço do gás de cozinha subiu 828%, número que na categoria dos não alimentos fica abaixo só da educação (1.300%) e serviços domésticos (1.100%).

O aumento acima do média do preço do botijão de gás foi o motivo para o congelamento do preço feito no início do governo Lula em 2002. Mas variações de impostos e taxas de distribuição fizeram o botijão P13 subir de R$ 28 para R$ 43 em apenas dez anos. A parte deste valor que é referente ao custo da Petrobras se manteve igual, mas a sua participação no preço total, que em 2004 era de quase 50%, hoje fica perto de 25%.

— Com aumento de impostos e reajuste nas tarifas, o brasileiro vai perdendo o aumento real do salário que conseguiu — explica Schmoeller.

Para o professor, mesmo que não represente uma parte tão grande no contexto familiar, o gás de cozinha possui um impacto imediato no bolso pois não tem substituto:

— Energia elétrica, água e gasolina quando aumentam a pessoa dá um jeito de economizar, mas o gás é um caso diferente. É um impacto que pesa na hora, especialmente pois o valor subia aos poucos na última década e agora teve um reajuste maior.


COMO É COMPOSTO O PREÇO DO GÁS
:: Margem de revenda: 30,5%
:: Margem bruta de distribuição e custos de logística: 24,5%
:: Tributos: 20%
:: Petrobrás: 25% (esta parte estava congelada desde 2002 e aumentou agora)
Fonte: Sindigás

VARIAÇÃO DO PREÇO DO GÁS DE COZINHA P13 NO BRASIL
2004 - R$ 30,17
2005 - R$ 29,97
2006 - R$ 33,02
2007 - R$ 32,76
2008 - R$ 33,38
2009 - R$ 38,21
2010 - R$ 38,30
2011 - R$ 38,93
2012 - R$ 39,59
2013 - R$ 40,98
2014 - R$ 43,70
2015 - R$ 66,00 *após reajuste
Fonte: Sindigás
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaJovem morre após colisão em árvore na BR-470, em Trombudo Central, no Vale do Itajaí https://t.co/5tn8POfN57 #LeiaNoSantahá 2 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaÀs 18h, os brinquedos da Planetapeia vão percorrer os setor do Parque Vila Germânica. Às 19h será a vez de atrações… https://t.co/hdgiMphZqbhá 10 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca