Projeto da reforma da sede da Polícia Militar de Blumenau deve ser entregue até o fim do ano - Geral - Jornal de Santa Catarina

Vers?o mobile

 
 

Segurança31/10/2015 | 13h01

Projeto da reforma da sede da Polícia Militar de Blumenau deve ser entregue até o fim do ano

Projeto da reforma da sede da Polícia Militar de Blumenau deve ser entregue até o fim do ano Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Ideia é construir um segundo piso para abrigar os departamentos e protegê-los em caso de enchentes Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS
A expectativa da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI) é entregar até o fim do ano o projeto arquitetônico de reforma do atual prédio do 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau, localizado na Rua Almirante Barroso. A mudança de sede foi descartada.

Após a aprovação, a equipe composta por quatro pessoas, entre engenheiros civis e arquitetos, trabalhará nos primeiros meses do próximo ano nos projetos hidrossanitário, elétrico, estrutural, memorial descritivo e na estimativa de custos. O chefe do departamento de Engenharia, Arquitetura e Planejamento Urbano da AMMVI, Richard Buchinski, explica que a corporação precisa aprovar o anteprojeto para que o processo tenha continuidade.

::: Polícia Militar e Governo do Estado se desentendem sobre nova sede do batalhão em Blumenau

De acordo com a tenente coronel da 7ª região da PM, Claudete Lehmkul, a intenção é construir um segundo piso para abrigar os departamentos do batalhão e protegê-los em caso de enchentes. Com isso, o primeiro pavimento será destinado para estacionamento.

A Central de Emergências é o único setor que deve mudar de endereço: a ideia é levá-la para o prédio da Secretaria de Desenvolvimento Regional, onde também funciona o comando da 7ª região da PM, na Rua Braz Wanka, na Vila Nova.

A intenção é finalizar o projeto ainda este ano e encaminhá-lo para a análise do Governo do Estado, que pode destinar recursos para a obra, já em 2016. No entanto, a Secretaria de Segurança Pública, através da assessoria de comunicação, informou que desconhece as tratativas conduzidas em Blumenau.

Impasse se arrasta há três anos

A história sobre a sede do batalhão já teve diversos capítulos e passou por mudança de estratégia da PM e sequência de burocracias para desapropriar o prédio. Confira:

Maio de 2012
- O governador Raimundo Colombo assinou junto com o então prefeito João Paulo Kleinübing o contrato de locação da nova sede do batalhão. O novo prédio que abrigaria a PM fica na rua General Osório. A mudança nunca chegou a sair do papel.

Junho de 2013
- O prédio seria doado pela antiga empresa proprietária como abatimento de parcelamento de ICMS com o Estado. No entanto, seria necessário uma autorização legislativa. A intenção era encaminhar o documento à Assembleia até o fim de 2013.

Agosto de 2014
- Durante a passagem de comando, o ex-comandante Cláudio Roberto Koglin e o atual comandante Carlos Alberto Fritz Bueno defenderam que a polícia deveria se manter na rua Almirante Barroso e no local deveria ser construída a nova estrutura.

Setembro de 2014
- A desapropriação do prédio da Lancaster foi anunciada pelo governador em exercício, Nelson Schaefer Martins, no fim da cerimônia de assinatura da ordem de serviço do prolongamento da Via Expressa. No entanto, não chegou a ser concretizada.

Novembro de 2015
- O processo de desapropriação do imóvel da Lancaster continua em andamento na Secretaria de Administração. No entanto, a PM decidiu que não usará o local. Alguns departamentos estaduais já manifestaram à SDR interesse em ocupar o prédio.
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaHomem é morto pela namorada após discussão, em Penha https://t.co/ngM59SUSfOhá 37 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaComo Gilmar Mendes lavou as mãos no caso João Rodrigues https://t.co/7jqBkYaIc2há 37 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca