Parque Ramiro é opção para iniciantes da corrida de rua em Blumenau - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

 

+Ramiro26/11/2015 | 12h01

Parque Ramiro é opção para iniciantes da corrida de rua em Blumenau

Apesar de democrático, esporte requer alguns cuidados para evitar problemas

Parque Ramiro é opção para iniciantes da corrida de rua em Blumenau Gilmar de Souza/Agencia RBS
Fernanda Gerh treina por uma hora duas vezes por semana ao lado da educadora física Débora Wanderck Foto: Gilmar de Souza / Agencia RBS

A corrida de rua traz inúmeros benefícios e cada vez tem ganhado mais adeptos pelo Brasil. E não é preciso ir muito longe para constatar isso. Em Blumenau, quem passa pelo Parque Ramiro Ruediger a qualquer hora – até mesmo quando está garoando – sabe que o lugar é o preferido de quem está começando a correr. Segundo o educador físico Geison Müller, o local oferece uma série de vantagens para os iniciantes. Diferentemente das calçadas, que geralmente têm buracos e são verdadeiras minas para acidentes, o Ramiro tem pistas planas:

– Isso evita lesões e contusões bem comuns quando se começa direto na rua. O parque também é bacana porque as pistas de corrida têm metragens definidas (são duas de 400 metros e uma de 700), então fica mais fácil controlar a distância percorrida. Para quem não tem GPS ou não quer ficar carregando o celular, ajuda bastante – explica Geison.

Guia para se tornar um corredor em oito semanas

Para o empresário Eduardo Burgardt, 20 anos, o Ramiro foi o ponto de partida para as corridas que pratica há três anos. Ele hoje consegue se aventurar em trajetos mais extensos, de até 10 quilômetros, mas foi no parque que adquiriu condicionamento físico para intensificar a atividade:

— Escolhi começar no Ramiro e não em uma esteira, por exemplo, porque gosto de ambientes abertos, de respirar ar puro e estar próximo à natureza. E se você precisar de qualquer ajuda sempre tem alguém por perto.

A também empresária Fernanda Gerh, 37, treina por uma hora duas vezes por semana. Ela também corre na rua, mas opta pelo parque quando busca um terreno mais simétrico. Ao lado da educadora física Débora Wanderck, que sempre a orienta nas corridas, Fernanda busca mais resistência no asfalto:

– Acho que o que conta mais no Ramiro é a questão da distância mesmo. A gente sabe realmente o quanto corre e dá pra fazer um balanço da evolução – opina Débora.

Prevenir é preciso

Apesar de ser um esporte democrático, a corrida requer alguns cuidados básicos para evitar problemas. Médico especialista em Medicina Preventiva e Esportiva, Fábio Cardoso recomenda que o ideal é primeiro fazer uma avaliação clínica para saber se você vai ter condições de tolerar o exercício:

– Como tudo na vida, quando pulamos etapas temos complicações. Você pode correr cinco quilômetros em cerca de três meses, mas sem cuidado e orientação vai começar a ter lesões porque músculos e articulações não se adaptaram direito. Seria interessante que primeiro a pessoa aprendesse a caminhar, para depois intercalar a caminhada com trote e só depois correr – explica.

Leia todas as notícias do projeto + Ramiro

Cuidar da alimentação é outro ponto importante. Segundo a nutricionista Carine Hermes, o cardápio do corredor deve ser rico em alimentos que vão dar energia:

– É essencial prezar por todos os grupos alimentares. Quem está iniciando precisa de um cardápio com carboidratos de alto índice glicêmico e fibras (veja ao lado). Tem que ser o mais equilibrado possível, inclusive no consumo de água – indica a nutricionista.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaBlumenau terá dois representantes em mostra de cinema infantil https://t.co/xEL6Q1ajDT #LeiaNoSantahá 7 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaEleita realeza da 35ª Oktoberfest de Blumenau https://t.co/OUhW8wBjtH #LeiaNoSantahá 7 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca