Morte por infarto pode ser evitada com consumo de ômega 3, diz pesquisa - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Saúde no prato29/06/2016 | 10h48Atualizada em 29/06/2016 | 11h37

Morte por infarto pode ser evitada com consumo de ômega 3, diz pesquisa

Pesquisa revelou que alimentos com ácidos graxos podem reduzir em 10% o risco de ataques cardíacos fatais

Morte por infarto pode ser evitada com consumo de ômega 3, diz pesquisa Divulgação/Hellmann's
Salmão é um dos alimentos ricos em ômega 3 Foto: Divulgação / Hellmann's

Colocar mais salmão, sardinha e anchova no prato pode salvar vidas. É que esses três alimentos são ricos em um ingrediente que reduz em 10% as chances de morte por infarto: o ômega 3. Um estudo feito na Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, provou que esse tipo de ácido graxo, uma "gordura do bem", está ligado à redução de ataques cardíacos fatais.

Os pesquisadores analisaram os níveis de ômega 3 no sangue e nos tecidos de participantes de 19 estudos realizados em 16 países. O resultado foi publicado na segunda-feira na revista médica Jama Internal Medicine.

– (Os resultados) oferecem o quadro mais completo até hoje sobre os efeitos preventivos do ômega 3 contra as doenças cardíacas – disse a coautora do estudo Liana Del Gobbo.

Leia também:
Ômega-3: a gordura que faz bem à saúde
A importância da suplementação de ômega 3 na gestação
Ômega 3 pode proteger contra a esquizofrenia, diz estudo

Os peixes são a principal fonte de ômega 3, mas nozes e óleo de linhaça e canola também são ricos desse ácido graxo.

– Os resultados de diversos estudos foram similares independentemente de idade, sexo, raça, presença ou ausência de diabetes, uso de aspirina ou de medicamentos para baixar o colesterol – completou Del Gobbo.

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaResultado do Enem 2017 é divulgado https://t.co/pVw3DtUcQA #LeiaNoSantahá 17 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaDefesa Civil de Brusque atende pedidos de vistorias de deslizamentos https://t.co/VJ5WhmADyb #LeiaNoSantahá 1 horaRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca