Corpo de PM morto em confronto é sepultado em Florianópolis - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Segurança em luto16/09/2016 | 18h47Atualizada em 16/09/2016 | 18h47

Corpo de PM morto em confronto é sepultado em Florianópolis

Centenas de colegas participaram da cerimônia no cemitério do Itacorubi

Corpo de PM morto em confronto é sepultado em Florianópolis Marco Favero/Agencia RBS
Centenas de colegas participaram da cerimônia no cemitério do Itacorubi Foto: Marco Favero / Agencia RBS
leonardo gorges

Diante da presença de centenas de agentes da segurança pública, foi sepultado às 17h45min desta sexta-feira o corpo do soldado da Polícia Militar Vinicius Alexandre Gonçalves, de 31 anos, morto em confronto com traficantes do Morro do Horário, em Florianópolis. O enterro ocorreu no cemitério do Itacorubi, muito perto de onde a mãe do soldado faleceu em um acidente de carro quando ele tinha 5 anos de idade.

Velório de policial é marcado por emoção e grande presença de colegas

O velório foi encerrado pouco das 17h. Após um sermão do capelão da PM, o comandante-geral da corporação, Paulo Henrique Hemm, discursou para a família e os centenas de presentes, entre eles agentes de diversões pelotões da PM, da Polícia Miltiar Rodoviária (PMRv), da Guarda Municipal, da Polícia Civil, dos Bombeiros, do Exército e da Marinha.

Policial Militar morre após confronto no Morro do Horácio

Enterro ocorreu no cemitério do Itacorubi, no fim da tarde desta sexta-feira Foto: Leo Gorges / Agencia RBS

Hemm criticou duramente as leis brasileiras que, segundo ele, muitas vezes privilegiam criminosos em lugar dos agentes da lei:

— Este é o momento mais desolador para uma comandante. Perder um dos seus guerreiros em batalha. Uma batalha desleal contra a criminalidade, onde as regras não existem, muito menos respeito a elas. Marginais ousados que zombam das leis, dessas leis arcaicas, retrógradas, que não nos protegem, muito menos o cidadão de bem, que urge por mudanças. Até quando ficaremos reféns? — falou Hemm, dizendo também que o Brasil é o país com o maior número de policiais mortos em serviço.

Secretário Cesar Grubba, da Segurança Pública, também estava presente no sepultamento Foto: Marco Favero / Agencia RBS

A morte

O policial militar Vinícius Alexandres Gonçalves (foto abaixo) morreu após ser atingido por um tiro durante a noite de quinta-feira na comunidade do Morro do Horácio, em Florianópolis. Segundo a PM, o agente e outros dois policiais foram até o bairro Agronômica, onde realizavam uma ronda por volta das 23h30min quando a troca de tiros começou.

Quando a viatura subia uma das ruas, alguns tiros foram disparados e o agente foi atingido por um tiro próximo ao abdômen. O reforço foi chamado na região e um suspeito foi detido e outro morto. No começo desta manhã várias viaturas estavam entrada e saída da comunidade monitorando a movimentação. A operação terminou por volta das 6h30min.

O soldado entrou na polícia em agosto de 2011 e integrava o Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) do 4º Batalhão de Florianópolis. 


 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDois motociclistas morrem em acidentes em rodovias estaduais https://t.co/qdQb9TVvfT #LeiaNoSantahá 24 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCriança e rapaz de Itajaí são hospitalizados após beberem suco que estaria envenenado https://t.co/B0iUYLcUgO #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros