Horas antes da trégua, presidente sírio promete "recuperar" todo país - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Conflito12/09/2016 | 08h37Atualizada em 12/09/2016 | 08h37

Horas antes da trégua, presidente sírio promete "recuperar" todo país

Bashar al-Assad disse que governo vai "restabelecer a segurança" na Síria e criticou rebeldes e países de oposição ao regime, como EUA e Turquia

Horas antes da trégua, presidente sírio promete "recuperar" todo país SANA/AFP
Presidente sírio Bashar al-Assad (à esquerda) participa de oração em mesquita dentro da área controlada pelo governo Foto: SANA / AFP
AFP
AFP

O presidente sírio, Bashar al-Assad, afirmou nesta segunda-feira que pretende "recuperar" todo o território que não está sob o controle do regime. A declaração acontece algumas horas antes da entrada em vigor de um acordo de trégua negociado entre Estados Unidos e Rússia na última sexta-feira.

— O Estado sírio está determinado a recuperar todas as regiões que estão nas mãos dos terroristas e a restabelecer a segurança — declarou Assad à imprensa estatal durante uma visita ao ex-reduto rebelde de Daraya, perto de Damasco.

O regime utiliza a palavra "terrorista" para fazer referência a rebeldes e jihadistas.

— As Forças Armadas vão continuar seu trabalho sem hesitação e independente dos fatores externos e internos — completou Assad, a poucas horas do início do cessar-fogo, incluindo os ataques aéreos, programado para 19h locais (13h, pelo horário de Brasília).

Leia mais
Oposição pede garantias sobre a aplicação de trégua na Síria
Coreia do Norte conclui preparativos para novo teste nuclear
Hillary cancela viagem à Califórnia após passar mal em cerimônia

O presidente sírio critica a oposição, que na última quarta-feira apresentou um plano de transição política para o país.

— Existem aqueles que têm ilusões e há cinco anos não se livraram das ilusões — disse Bashar al-Assad, em relação à correntes opositoras. —  Alguns apostavam em promessas do exterior. Estas promessas não se concretizarão — completou, em referência aos apoiadores da oposição, como Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Arábia Saudita ou Turquia.

As declarações foram divulgadas pela agência oficial Sana.


 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaDois motociclistas morrem em acidentes em rodovias estaduais https://t.co/qdQb9TVvfT #LeiaNoSantahá 3 horas Retweet
  • santacombr

    santacombr

    SantaCriança e rapaz de Itajaí são hospitalizados após beberem suco que estaria envenenado https://t.co/B0iUYLcUgO #LeiaNoSantahá 7 horas Retweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros