Presidente filipino mostra dedo médio para a União Europeia - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Insulto21/09/2016 | 15h15Atualizada em 21/09/2016 | 15h17

Presidente filipino mostra dedo médio para a União Europeia

Duterte foi criticado sobre o número crescente de mortes em sua repressão ao crime

Presidente filipino mostra dedo médio para a União Europeia Reprodução/ABS-CBN
Duterte pontuou seus insultos com um sinal grosseiro Foto: Reprodução / ABS-CBN
AFP
AFP

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, fez um discurso inflamado, repleto de palavrões, contra a União Europeia, em sua reação mais recente às críticas internacionais sobre o número crescente de mortes em sua repressão ao crime.

Duterte pontuou seus insultos com um sinal grosseiro — levantando o dedo médio — depois que o Parlamento Europeu condenou "a atual onda de execuções extrajudiciais e assassinatos nas Filipinas".

Leia mais
Após insulto, Obama cancela reunião com presidente das Filipinas
Brasil entrega ratificação do Acordo de Paris sobre mudança climática na ONU
Em protesto contra Temer, países da América Latina abandonam plenário da ONU

—Eu digo a eles: fodam-se. Vocês estão fazendo isso em expiação dos seus pecados — disse às autoridades locais em sua cidade natal, Davao, na terça-feira, em comentários filmados pela emissora ABS-CBN.

O líder de 71 anos já havia reagido de forma similar anteriormente a críticas estrangeiras envolvendo sua guerra contra as drogas, chamando o presidente americano, Barack Obama, de "filho da p*" e amaldiçoando as Nações Unidas.

Duterte venceu as eleições em maio, depois de prometer erradicar o comércio ilegal de drogas em seis meses e afirmar que 100 mil criminosos seriam mortos no processo.

Desde que assumiu o cargo, em 30 de junho, cerca de 3 mil pessoas foram mortas, um terço delas mortas a tiros pela polícia, e as demais assassinadas por agressores não identificados, de acordo com estatísticas da polícia.

Duterte disse, no domingo, que precisará estender sua guerra às drogas por outros seis meses porque o problema é pior que o esperado.

Leia as últimas notícias de Mundo

*AFP

 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaOperação busca 24 alvos ligados ao PCC em Joinville https://t.co/tcFQp3GUqf #LeiaNoSantahá 22 minutosRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"A educação e a cultura libertam", diz Arnaldo Zimmermann https://t.co/Ya8PrYLMbE #LeiaNoSantahá 39 minutosRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros