Mudança na Avenida Beira-Rio divide opiniões de motoristas em Blumenau - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Mobilidade11/10/2016 | 22h33

Mudança na Avenida Beira-Rio divide opiniões de motoristas em Blumenau

Colocação de barreiras impede que motoristas deixem a Ponte Adolfo Konder e acessem faixa para entrar na Rua XV de Novembro

Mudança na Avenida Beira-Rio divide opiniões de motoristas em Blumenau Patrick Rodrigues/Agência RBS
Barreiras impedem acesso à pista que vai para a Rua Professor José Ferreira da Silva Foto: Patrick Rodrigues / Agência RBS

 Quem passou pela Avenida Beira-Rio ao longo desta terça-feira se deparou com mudanças feitas pela equipe da Guarda de Trânsito. Duas barreiras feitas com cones e fitas foram montadas entre as faixas da avenida no trecho próximo ao Castelinho da Rua XV, na saída da Ponte Adolfo Konder. A intervenção impediu que motoristas que vinham do bairro Ponta Aguda pela ponte acessassem a Rua XV de Novembro pela Rua Professor José Ferreira da Silva. Com isso, eles precisaram seguir até a prefeitura e fazer o contorno pelas ruas São Paulo e Amadeu da Luz.

:: Leia mais notícias de Blumenau e região em santa.com.br

A ação faz parte do planejamento que tenta minimizar os congestionamentos na região central durante o período da 33ª Oktoberfest. De acordo com a Guarda de Trânsito, a intenção é evitar que os carros precisem cruzar as duas faixas e, assim, aumentar a capacidade de fluxo. Ao longo do dia foram registradas filas na região da Beira-Rio e na Ponta Aguda. No horário de pico, no entanto, por volta das 18h, com ações como a liberação do corredor de ônibus e a presença de guardas, o trecho apresentava lentidão, mas com fluidez.

Reclamações entre motoristas

Ainda assim a demora para transitar naquela região causou reclamações entre motoristas. Carmem Castro levou mais de 20 minutos para cruzar o trecho entre a Rua Itajaí e a Beira-Rio, mais do que costuma levar nos outros dias. Marco Aurélio Ramos conseguiu escapar do trânsito na Rua Itajaí, que tinha congestionamento a partir do Complexo do Sesi, para vir da região do Vorstadt, mas precisou enfrentar fila para cruzar a Ponte Adolfo Konder.

O motociclista Davi de Oliveira viu com desconfiança a estratégia das fitas isolando as faixas:

— Acho que acaba confundindo quem passa por ali — analisa.

O presidente do Seterb, Carlos Lange, explica que a ação ocorre porque os motoristas que saem da ponte em direção à Rua José Ferreira da Silva para acessar a Rua XV acabam causando um bloqueio na Beira-Rio.

:: Trânsito tem alteração na Beira-Rio em Blumenau até o fim da Oktoberfest

Na avaliação dele, a intervenção, que é vista como paliativa e foi estudada por técnicos da Secretaria de Planejamento, deu resultados ao garantir o fluxo de veículos no horário de pico.

— Melhorou a trafegabilidade. Ainda que em velocidade lenta, os carros não ficavam parados — defende.

Ele afirma que a continuidade da ação durante os dias de Oktober será estudada dia a dia por Seterb e Seplan. A adoção dessa estratégia em carater definitivo também deverá ser avaliada.

Sobre uma eventual falha no aviso antecipado dessa ação aos motoristas, que principalmente na parte da manhã estranharam as alterações, causando filas na região da República Argentina, Lange argumenta que a mudança foi comunicada pelos canais do Seterb, como o sistema AlertaBlu, que agora também divulga informações sobre o trânsito no município.


JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 3 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros