Pancho: Atraso no repasse de verbas ainda não atinge serviços do Hemosc de Blumenau - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Saúde12/10/2016 | 10h28Atualizada em 12/10/2016 | 10h28

Pancho: Atraso no repasse de verbas ainda não atinge serviços do Hemosc de Blumenau

Se problema persistir, pode faltar material a partir do próximo mês

Pancho: Atraso no repasse de verbas ainda não atinge serviços do Hemosc de Blumenau Hemosc/Divulgação
Por enquanto, atraso nos repasses não atinge serviços do Hemosc de Blumenau Foto: Hemosc / Divulgação
pancho

O atraso no repasse de verbas do governo do Estado para a Fundação de Apoio ao Hemosc/Cepon (Fahece) ainda não afeta os serviços básicos do Hemosc de Blumenau. De acordo com o diretor-geral da unidade, Delson Langaro, o problema prejudica a reposição e o treinamento de funcionários, mas ainda não atinge a coleta e a distribuição de bolsas de sangue.

::: Leia mais informações do colunista Pancho :::

Os salários, por enquanto, também estão em dia. Com o estoque hoje disponível, o Hemosc Blumenau pode manter os serviços por mais quatro semanas, mas a possibilidade de faltar material depois disso existe, já que não há perspectiva de solução para a crise financeira no governo do Estado.

Motivada pelo atraso nos repasses, a diretoria da Fahece renunciou na semana passada. Em nota, a entidade diz que tem a receber R$ 56 milhões do Estado e que os estoques de insumos estão em níveis ¿perigosamente reduzidos¿. Além disso, o crédito com os fornecedores estaria esgotado.

A Secretaria de Saúde não reconhece o valor citado, e diz, por meio da assessoria de imprensa, que o valor não chega nem perto disso. Um novo administrador deve ser indicado pelo Ministério Público para comandar a Fundação. Enquanto isso, o MP vai promover reuniões entre as partes para garantir a prestação dos serviços.


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 2 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 2 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros