Pancho: Sedes da Rodovel e Verde Vale serão vendidas para pagar dívidas com ex-funcionários - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Transporte14/10/2016 | 08h13Atualizada em 14/10/2016 | 08h13

Pancho: Sedes da Rodovel e Verde Vale serão vendidas para pagar dívidas com ex-funcionários

Empresas foram reduzidas depois da quebra de contrato com o Siga

Pancho: Sedes da Rodovel e Verde Vale serão vendidas para pagar dívidas com ex-funcionários Divulgação / Brasil Sul Leilões/Brasil Sul Leilões
Imóvel da Viação Verde Vale na Itoupava Central está avaliado em R$ 8,1 milhões Foto: Divulgação / Brasil Sul Leilões / Brasil Sul Leilões
pancho

  • A Justiça determinou a venda dos imóveis que hoje abrigam a sede da empresa Rodovel, no bairro da Velha. O dinheiro será usado para pagar parte dos direitos trabalhistas de funcionários que ficaram pendentes depois do fim do contrato da prefeitura com o consórcio Siga, do qual a empresa fazia parte.

    ::: Leia mais informações do colunista Pancho :::

    Avaliado em R$ 9,1 milhões, os imóveis somam 12,1 mil metros quadrados, além de 1,7 mil metros quadrados de área construída. As ofertas estão sendo reunidas pela Brasil Sul Leilões e devem ser maiores que R$ 4,55 milhões (50%).

    A empresa opera hoje duas linhas intermunicipais e depois da venda deve se mudar para outra sede, menor que a atual.

    Outra integrante do Consórcio Siga também terá o imóvel da sede vendido para pagar os trabalhadores. A Viação Verde Vale já deixou o terreno da Itoupava Central e concentra as atividades na sede de Gaspar, de onde opera algumas linhas interestaduais.

    Os mais de 7,2 mil metros quadrados de frente para a Rua Pedro Zimmermann têm construção de 1,1 mil metros quadrados e estão avaliados em R$ 8,1 milhões. A Justiça não conseguiu vender diretamente e agora faz uma reavaliação dos valores. Há a possibilidade de o imóvel ir a leilão.


 
 
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros