Robert De Niro e outras celebridades reagem a declarações de Trump: "Ele é um porco" - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Reações08/10/2016 | 14h59Atualizada em 08/10/2016 | 15h10

Robert De Niro e outras celebridades reagem a declarações de Trump: "Ele é um porco"

Áudios vazados mostram candidato republicano fazendo comentários ofensivos sobre mulheres

Donald Trump já está acostumado a ganhar as manchetes por suas declarações polêmicas – e por vezes violentas e ofensivas –, mas as notícias mais recentes sobre o candidato republicando geraram repercussão ainda maior nos Estados Unidos. A dois dias do segundo debate eleitoral daquele país, o jornal Washington Post divulgou um vídeo que mostra Trump conversando com o apresentador de TV Billy Bush e fazendo comentários como "quando você é famoso, elas deixam você fazer o que quiser" e "eu parti para cima dela como uma cachorra, mas não consegui comer. E ela era casada".

Leia mais:
Donald Trump pede desculpas após comentários ofensivos sobre mulheres 
"Trump quebrou as regras da política americana", diz especialista
Hillary tem cinco pontos de vantagem em relação a Trump

Na manhã deste sábado, o comunicador Declan Pierce publicou um vídeo de Robert De Niro dando declarações fortes sobre Trump: "Ele é tão descaradamente burro, ele é um punk, um cachorro, ele é um porco", diz o ator, que continua: "Ele não se importa, acha que está jogando com a sociedade, não paga seus impostos, é um idiota (...) um desastre nacional, uma vergonha para esse país". Ao final, ele diz: "ele fala sobre como gostaria de socar as pessoas na cara... bem, eu gostaria de socá-lo na cara".

O humorista e apresentador de TV Stephen Colbert twittou que "adoraria divulgar o áudio de Trump no meu programa, mas a CBS não me deixa nem falar 'grab' ('pegar', uma brincadeira com uma das frases ditas por Trump no vídeo: "you can grab them by the pussy", algo como "você deve pegá-las pela b...")". A roteirista e escritora Lena Dunham também se manifestou em sua rede social: "Se existisse um termo equivalente popular para os homens, ser 'pego pela b...' teria pena capital".  A atriz e cantora Zendaya escreveu "estou enojada. Não estou surpresa, mas enojada". Já Cher direcionou sua mensagem às mulheres: "Não somos bonecas descartáveis feitas para o prazer de homens ricos". 

Políticos americanos, tanto democratas, quanto republicanos, também se manifestaram sobre os áudios. Hillary Clinton, candidata democrata e rival de Trump na corrida presidencial, twittou: "Isso é espantoso. Não podemos permitir que este homem seja presidente". Jeb Bush escreveu que "como avô de duas meninas preciosas, acho que nenhum pedido de desculpas pode inocentar Trump de seus comentários repreensíveis degradando mulheres". Mitt Romney disse que "degradações tão vis rebaixam nossas esposas e filhas e corrompem a imagem dos Estados Unidos para o mundo". 


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros