Acidente em central elétrica deixa 67 mortos na China - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Ásia24/11/2016 | 08h35Atualizada em 24/11/2016 | 11h12

Acidente em central elétrica deixa 67 mortos na China

Mais de 30 caminhões de bombeiros, 212 militares, nove cães treinados e dois drones foram mobilizados no local

Acidente em central elétrica deixa 67 mortos na China STR/AFP
Foto: STR / AFP
AFP
AFP

Pelo menos 67 pessoas morreram, nesta quinta-feira, após a queda de uma plataforma de construção em uma usina de carvão no centro da China. Conforme a agência estatal Xinhua, o acidente aconteceu às 7h, pelo horário local (21h de quarta-feira, no horário de Brasília) na central de Fengcheng, província de Jiangxi. Ainda não há informações sobre o número exato de trabalhadores atingidos.

As imagens divulgadas pela agência mostram um cenário cinza, formado pelos restos de concreto quebrado, ferros retorcidos e pedaços variados de metal. As equipes de resgate tiraram um dos mortos de meio aos escombros.

Leia mais
Exército turco acusa regime sírio pela morte de três soldados
Em cerimônia discreta, governo e Farc assinam novo acordo de paz
Presidente do Parlamento Europeu deixará o cargo para voltar à política alemã

Mais de 30 caminhões de bombeiros, 212 militares, nove cães treinados e dois drones foram mobilizados no local, segundo anunciaram os bombeiros. Até o momento, cinco trabalhadores foram atendidos no hospital.

Central elétrica em obras

A central estava sendo ampliada desde julho de 2015, com o objetivo de construir dois geradores extras. Segundo a imprensa oficial, China Jiangxi Online, no momento do desabamento havia 68 pessoas no lugar.

As obras, que deviam ser concluídas no fim de 2017 ou início de 2018, tinham um orçamento de 1,1 bilhão de dólares, segundo dados publicados pelo governo local.

Os acidentes de trabalho em instalações industriais são comuns na China, onde os padrões de segurança geralmente são ignorados para reduzir custos. Em agosto, uma explosão de um oleoduto em uma central de elétrica a carvão na província vizinha de Hubei deixou 21 mortos.

Pouco antes, mais de 130 pessoas foram hospitalizadas depois de um vazamento de produtos químicos em uma fábrica do leste da China. Em abril, uma explosão de um depósito de produtos químicos e de combustível em Jiangsu desatou um incêndio que ficou ativo por 16 horas.


 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 4 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros