Agropecuária de Santa Catarina deve fechar 2016 com faturamento de R$ 29,07 bilhões - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

Economia21/11/2016 | 03h00Atualizada em 21/11/2016 | 08h44

Agropecuária de Santa Catarina deve fechar 2016 com faturamento de R$ 29,07 bilhões

Apesar do valor ser equivalente ao de 2015, período representa uma queda de 8% caso considerada inflação

Agropecuária de Santa Catarina deve fechar 2016 com faturamento de R$ 29,07 bilhões Sirli Freitas/Especial
Foto: Sirli Freitas / Especial

Devido à recessão econômica e ao alto preço do milho, a agropecuária catarinense deve fechar 2016 com faturamento de R$ 29,07 bilhões, 0,7% mais do que em 2015, quando alcançou R$ 29,04 bilhões. Os valores são quase iguais,  mas com a inflação a queda é de quase 8%. As lavouras, que incluem grãos e frutas, terão resultado um pouco melhor: receita bruta de R$ 12,4 bilhões, 6,9% superior à de 2015. 

A pecuária vai fechar o ano com faturamento de R$ 16,68 bilhões, 4,46% inferior ao obtido no ano anterior, que foi R$ 16,46 bilhões. Essas projeções, com base no mês de outubro e em valores nominais (sem descontar a inflação), integram o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) dentro das propriedades rurais e foram divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

O desempenho de Santa Catarina é melhor do que o nacional, que deverá ficar em R$ 519, 3 bilhões neste ano, 2,5% menor ao de 2015, (R$ 522,77 bilhões). O valor das lavouras no país terá queda de 1,9% e o da pecuária, de 3,7%. O maior crescimento obtido por produto em SC foi o da cebola, da qual o Estado é líder nacional. 

A receita deste ano alcançou R$ 887,3 milhões, uma alta de 86% frente a 2015, quando os agricultores faturaram R$ 476,5 milhões. Outro destaque foi a banana. O valor bruto da produção deste ano chegou a R$ 1,017 bilhão, o que significa 64% superior ao de 2015, quando alcançou R$ 618,1 milhões. As receitas com batata inglesa e trigo também subiram mais de 60% neste ano. 

Setor sofreu com alto preço do milho

Uma retração expressiva ocorreu na produção de suínos, da qual Santa Catarina lidera na produção e exportações. Até outubro deste ano, o segmento alcançou R$ 3,66 bilhões, enquanto em 2015 faturou R$ 4,18 bilhões, um recuo de 12,43%. De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faesc), José Zeferino Pedrozo, o setor sofreu com o alto preço do milho, porque além do custo elevado para trazer o produto da região Centro-Oeste, teve que pagar caro nas importações. 

Crise do milho: Ministro da Agricultura vem a Chapecó em dezembro

Isso porque muitos produtores do país preferiram exportar o cereal, e aí faltou no mercado interno. O Estado tem um problema antigo: produz cerca de 3 milhões de toneladas de milho, mas, principalmente em função das atividades de avicultura e suinocultura, consome 6 milhões de toneladas por ano. 

— Este ano de 2016 não vai deixar saudades para os suinocultures catarinenses em função desses altos custos. Para o ano que vem, apesar das expectativas não serem muito altas, esperamos uma situação melhor porque temos regiões grandes produtoras de suínos no Estado e diversas empresas que investiram alto no setor – afirmou Pedrozo. 

Sobre as lavouras de grãos, Pedrozo observa que foram melhores porque Santa Catarina não teve problemas climáticos durante a safra, enquanto outros Estados tiveram. 

Para o secretário adjunto de Agricultura do governo catarinense, Airton Spies, apesar da crise, os números mostram que o Estado foi melhor do que a média nacional. Segundo ele, um dos motivos deste diferencial é a grande diversidade de atividades e agregação de valor pelas agroindústrias. Ele observa que a cadeia produtiva do agronegócio responde por cerca de 29% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado.

Sinal verde ao milho dos Estados Unidos
Estela Benetti: Cai custo de produção de frangos e suínos
Governo de SC discute exportação de suínos e soluções para crise do milho

Leia mais notícias sobre agronegócio

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 5 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 5 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros