Com muita animação, católicos de SC encerram Ano Santo da Misericórdia neste domingo - Geral - Jornal de Santa Catarina

Versão mobile

EM FLORIANÓPOLIS20/11/2016 | 11h58Atualizada em 20/11/2016 | 11h58

Com muita animação, católicos de SC encerram Ano Santo da Misericórdia neste domingo

Fiéis se despediam de uma das mais importantes ações do ano para a igreja

Com muita animação, católicos de SC encerram Ano Santo da Misericórdia neste domingo Caroline Borges/Agência RBS
Foto: Caroline Borges / Agência RBS

Cerca de 15 mil pessoas se reuniram na manhã deste domingo no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, para celebrar o encerramento do ano da misericórdia — celebração Católica que marca o período em que as obras de misericórdia são intensificadas. Com cantos e orações, os fiéis ali presentes se despediam de uma das mais importantes ações do ano. Convocada extraordinariamente pelo Papa Francisco, a intenção de toda a mobilização foi de conscientizar os fiéis sobre a misericórdia de Deus, amor ao próximo e perdão.

E quem foi achando que seria uma celebração para ficar sentado ouvindo as palavras dos sacerdotes se enganou. A banda que animou a multidão proporcionou aos presentes um show à parte, com direito a coreografias e solos de guitarra. Nas cadeiras do estádio, o que se via eram famílias inteiras, idosos, jovens, muitas crianças e adolescentes com braços para o alto e animados.

A baiana Maria das Garças, que passa as férias na capital desde o início do mês, veio ao encontro com outras duas simpáticas amigas. Em meio às fotos que tiravam e os cânticos que rezavam, elas se diziam muito contentes.

— Está tudo muito lindo e animado. Eu sou do sertão da Bahia, sou catequista e aproveitei a carona com os minhas amigas para vir aqui nesta festa — conta a a senhora.

Foto: Caroline Borges / Agência RBS

O Padre Jonathan Thiesen, da Arquidiocese de Florianópolis, contou que o evento de hoje, além de encerrar o períodos de obras de misericórdia, também envolvem buscam reunir os fieis.

— O evento de hoje, que começou em dezembro de 2015 encerra as ações da misericórdia. Além disso, neste domingo celebramos a missa de Cristo rei, que é fechamento do ano litúrgico — contou. 

Antes da missa, as 72 paróquias de 30 cidades do Estado apresentaram obras de misericórdia (divididas em corporais e espirituais), que foram realizadas durante todo o ano. As obras corporais são atos como alimentar aos famintos, acolher o estrangeiro e visitar os encarcerados. Já as obras espirituais são atitudes como aconselhar, ensinar, consolar e perdoar as ofensas. 

Foto: Caroline Borges / Agência RBS

Além da arquibancada repleta de fieis, participaram do encontro o Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck e aproximadamente 200 padres e diáconos. 

Leia mais notícias:
Um papa entre nós: a visita de João Paulo II a Florianópolis completa 25 anos
O que significa a nova regra da Igreja Católica para destino das cinzas de mortos após a cremação 

 
 

Siga Santa no Twitter

  • santacombr

    santacombr

    SantaPedro Machado: a Chapecoense é uma unanimidade https://t.co/w9WYf5SyKn #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
  • santacombr

    santacombr

    Santa"Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguirá calar a Justiça", reage Cármen Lúcia https://t.co/JZDSmNAMoY #LeiaNoSantahá 8 diasRetweet
Jornal de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros